Arquivo da tag: Mount TBR 2014

[Opinião] Crime no Vicariato, de Agatha Christie

Um Crime no Vicariato foi o livro que deu a conhecer Miss Marple, uma pacata senhora de idade que vive num meio pequeno e que tem uma especial propensão para resolver mistérios. Já a tinha encontrado em Um Corpo na Biblioteca, que não ficou na lista dos meus livros preferidos da Rainha do Crime, mas a vontade de voltar a Miss Marple era grande e por isso decidi pegar no primeiro livro que protagonizou.

Ler mais +

[Opinião] O Dragão de Sua Majestade, de Naomi Novik

O Dragão de Sua Majestade tem uma premissa fantástica: dragões como arma durante as Guerras Napoleónicas. A história inicia-se quando o capitão naval Will Laurence captura um navio francês e nele encontra um ovo de dragão prestes a eclodir. Quando o dragão Temeraire nasce, decide que Laurence será o seu aviador, alguém que o acompanhará não só nas batalhas, mas também a pessoa com a qual se vincula a nível mais profundo para o resto da vida.

Ler mais +

[Opinião] Casamento em Veneza, de Elizabeth Adler

Autor: Elizabeth Adler Título Original: Meet Me in Venice (2007) Editora: Quinta Essência Páginas: 320 ISBN: 9789898228040 Tradutor: Inês Castro Origem: Comprado Opinião: Parti para esta leitura com muitas reticências, porque a sinopse me pareceu bastante desinteressante, mas com uma esperança ténue de acabar por ser surpreendida. Não fui, e se por um lado isso …

Ler mais +

[Opinião] A Hora Secreta, de Scott Westerfeld

O livro resume-se facilmente: Jessica Day, uma adolescente de 15 anos, muda-se para a cidade de Bixby, no Oklahoma, no início do ano letivo. Bixby apresenta uma particularidade: todos os dias, à meia-noite, acontece uma hora secreta, na qual só estão acordados aqueles que nasceram à meia-noite - os midnighters

Ler mais +

[Opinião] Um Homem com Sorte, de Nicholas Sparks

Logan Thibault é um ex-soldado americano que prestou serviço no Iraque; nos primeiros tempos em que lá esteve, encontrou no deserto uma foto de uma mulher que não parecia pertencer a ninguém. A foto acompanhou-o durante o tempo que esteve no Iraque e, depois de sobreviver a um sem-número de situações perigosas, Logan começou a convencer-se que a foto era um talismã de sorte.

Ler mais +