Célia

[Opinião] O Último Adeus, de Kate Morton

Virar a última página de um livro e surgir a pergunta "e agora, o que é que eu faço da minha vida?". É um exagero, bem sei, mas há livros que nos absorvem de tal modo que os finais trazem consigo uma sensação agridoce: felicidade por termos tido oportunidade de encontrar mais um residente cativo na nossa estante, daqueles a que sempre quereremos regressar, mas também tristeza por terminarem ali todas as fantásticas sensações que o livro nos trouxe.

Ler mais +