Home / 3/5 (página 20)

3/5

[Opinião] Difícil é Parir a Mãe, de Sofia Anjos

A maternidade é a maior aventura em que jamais me meti, e tenho a certeza que muitas mulheres sentirão o mesmo. A minha abordagem à maternidade e à educação do meu filho foge um bocado às convenções ou àquilo que é tido como "normal", por isso é natural que um livro como o que promete ser Difícil é Parir a Mãe me interesse.

Ler mais +

[Opinião] O Processo, de Franz Kafka

No dia em que faz 30 anos, Josef K. acorda e fica a saber que vai ser preso por dois agentes não identificados pertencentes a uma entidade desconhecida, por um crime que desconhece. Este acontecimento é a porta de entrada numa espécie de submundo legal, que permite aos tribunais desempenharem as suas funções (pelo menos em teoria). Todo o livro é um périplo de K. em volta de pessoas relacionadas de uma outra forma com o tribunal e seus funcionários, numa tentativa para resolver a sua vida. No entanto, esta tentativa é algo apática ou alienada, parecendo que a personagem é sugada para os meandros de uma teia difícil de discernir e deixando-se, de certa forma, levar pela maré.

Ler mais +

[Opinião] A Invenção da Vida, de Lourença Baldaque

Chegar aos 100 anos de vida é um feito notável, mas chegar lá de forma lúcida é ainda mais incrível. Assim aconteceu a Mauro, o narrador desta história, um brasileiro que, com 18 anos, rumou a Portugal instigado pelos ecos da revolução que determinou a queda da Monarquia e a implantação da República, em 1910. Foi uma forma de reinventar a sua vida, de tomar um rumo diferente do que lhe seria destinado à partida.

Ler mais +

[Opinião] O Vendedor de Passados, de José Eduardo Agualusa

Este livro é narrada por uma osga, outrora um ser humano, que vive na casa de um angolano albino. Félix Ventura é um vendedor de passados, alguém que arranja passados ilustres a quem os deseje. A visita do homem que se irá chamar José Buchmann despoleta uma série de acontecimentos que nos vão sendo narrados pela inefável osga. Os acontecimentos presentes vão sendo frequentemente interrompidos por sonhos que a osga tem, em que assume a sua anterior forma humana e dialoga com os outros protagonistas da história.

Ler mais +