Opinião: Star Wars – A Saga Completa (BD)

Editor: Randy Stradley
Título Original:
Star Wars Omnibus: The Complete Saga—Episodes I through VI (2011)
Editora: Planeta
Páginas: 600
ISBN: 9789896576400
Origem: Comprado
Comprar: Wook | Bertrand (links afiliados)

Sinopse: Todas as adaptações a banda desenhada dos filmes de Star Wars num só volume! Desde o fatídico encontro de Qui-Gon Jinn e Obi-Wan Kenobi com Darth Maul até à vitória de Luke Skywalker sobre os Sith e a redenção de Darth Vader. Este volume de 600 páginas inclui as versões redesenhadas ou remasterizadas das adaptações da Edição Especial, e a lista de guionistas e desenhadores que participaram, assim como uma de personagens do mundo da banda desenhada. Uma peça de coleção a não perder.

Opinião: Começando pelo óbvio: esta coletânea das várias adaptações a BD das duas primeiras trilogias do franchise Star Wars já não se trata da saga completa, porque desde 2015 a saga principal passou a contar com mais três filmes. Dito isto, não achei falta dos três últimos episódios – dos quais gostei – e uma reflexão a frio me leva a concluir que provavelmente não teriam sido necessários, ainda que tenham sido bastante divertidos e emotivos. 

Cresci com Star Wars, bem como a maioria das pessoas da minha idade e da geração anterior à minha. Numa época em que não havia Internet e em que o cinema consumido passava em grande parte pelo que passava na TV, recordo com grande carinho as tardes de cinema aos fins-de-semana, em que regularmente éramos presenteados com filmes das minhas séries preferidas – Regresso ao Futuro, Indiana Jones e Star Wars. Vi os três filmes de cada uma delas tantas vezes que lhes perdi a conta; tinha-os gravados em cassetes de vídeo, cuja imagem já era sofrível pela quantidade de vezes que eram postas a funcionar. Sempre tive um fascínio especial por Star Wars, que é difícil explicar. Ou talvez não, porque esta história vai muito para além dos sabres de luz, das naves espaciais e dos “dróides”. A minha relação com a trilogia que funciona como prequela é mais complicada, e acho que muitos fãs deste universo estão comigo; ainda assim, há qualquer coisa de magnético em ver o potencial de Anakin Skywalker descer ladeira abaixo até ele se transformar no mítico Darth Vader.

Esta coletânea de BD junta no mesmo volume as adaptações dos episódios I a VI e, por terem sido publicadas num espaço temporal de cerca de 30 anos pelas mãos dos mais diversos ilustradores, temos aqui bastante diversidade no traço e nas cores. No que respeita a essa parte, e apesar de perceber pouco do tema, gostei mais das ilustrações dos primeiros três episódios, que me pareceram mais realistas. Tendo em conta que estas histórias se baseiam nos filmes e que os atores que deram corpo às personagens são uma parte tão fundamental da nossa identificação com a história, foi na primeira metade que senti que as ilustrações recriaram melhor a sua imagem e performance nos filmes. Mas a verdade é que a minha ligação emocional com o arco narrativo da segunda metade é muito maior, e foi nesta parte que me senti mais agarrada ao livro.

Alguns detalhes são deixados de fora, como seria natural, mas ainda assim não consegui evitar a sensação de que por vezes as histórias estavam demasiado corridas. No final de contas, o balanço foi muito positivo, porque ler as adaptações a BD teve o condão de me fazer voltar a emocionar com a história da família Skywalker. Só por isso já valeu a pena.

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante

mae-billboard

Sobre Célia

Tenho 38 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.