Home / Novidades / Novidade Temas e Debates | A Ditadura da Felicidade, de Edgar Cabanas e Eva Illouz

Novidade Temas e Debates | A Ditadura da Felicidade, de Edgar Cabanas e Eva Illouz

Título: A Ditadura da Felicidade
Autores: Edgar Cabanas e Eva Illouz
Pág.: 304
Data de Lançamento: 20.09.2019
Comprar: Wook | Bertrand (links afiliados)

Nem tudo o que luz na «ciência da felicidade» é ouro, pelo que devemos abordá-la com cautela e às suas promessas tentadoras. Esta é uma das premissas do livro-sensação A Ditadura da Felicidade, do psicólogo espanhol Edgar Cabanas e da socióloga marroquina Eva Illouz, a que os leitores portugueses têm acesso desde 20 de setembro. Este livro ataca frontalmente a indústria da felicidade e do desenvolvimento pessoal. Os autores desmascaram as origens da «ciência da felicidade» e exploram as implicações de um fenómeno que se conta entre os mais sedutores e inquietantes do nosso século. A Ditadura da Felicidade é uma obra urgente, acessível e provocadora.

Sinopse: O livro-sensação que ataca frontalmente a indústria da felicidade e do desenvolvimento pessoal, por dois dos autores mais influentes a nível mundial, de acordo com Der Spiegel e L’Obs. Uma obra urgente, acessível e provocadora. A indústria da felicidade, que movimenta milhões de euros, garante transformar os indivíduos em pessoas capazes de dominarem os seus sentimentos negativos, e de tirarem o melhor partido de si próprias por meio do controlo completo dos desejos improdutivos e dos pensamentos derrotistas. Porém, não estaremos perante um novo ardil que visa convencer-nos, uma vez mais, de que a riqueza e a pobreza, o êxito e o falhanço, a saúde e a doença são única e exclusivamente da nossa responsabilidade? E se o propósito da chamada «ciência da felicidade» for a criação de um modelo social individualista que renega qualquer ideia de comunidade?

Sobre os autores: Edgar Cabanas, nascido em Madrid em 1985, é doutorado em Psicologia pela Universidade Autónoma de Madrid. Especialista em psicologia básica, psicologia social e das emoções, e história da psicologia, é professor na Universidade Camilo José Cela, em Madrid, e investigador associado no Max Planck Institute for Human Development, em Berlim. É também investigador em numerosos projetos internacionais e coorganizador da rede académica internacional «Popular Psychology, Self-Help Culture and the Happiness Industry». Eva Illouz, nascida em Fez, Marrocos, em 1961, é professora de Sociologia e Antropologia na Hebrew University of Jerusalem e na École des Hautes Études en Sciences Sociales em Paris. Colunista do diário israelita Haaretz, é autora de numerosos artigos e livros traduzidos em diversas línguas, entre os quais Saving the Modern Soul: Therapy, Emotions, and the Culture of Self-Help (2009), Cold Intimacies: The Making of Emotional Capitalism (2011) e Why Love Hurts: A Sociological Explanation (2011). Em 2018, recebeu o prémio EMET, o maior galardão científico de Israel, e foi condecorada com a Legião de Honra de França.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.