Home / 4/5 / Opinião: A Vida Escondida entre os Livros | Stephanie Butland

Opinião: A Vida Escondida entre os Livros | Stephanie Butland

Autor: Stephanie Butland
Título Original:
Lost for Words (2017)
Editora: TopSeller
Páginas: 304
ISBN: 9789898917737
Tradutor: Dinis Pires
Origem: Comprado
Comprar: Wook | Bertrand (links afiliados)

Sinopse: No coração de York, em Inglaterra, uma pequena livraria tornou-se o refúgio da jovem Loveday Cardew — o único sítio em que a tímida livreira se sente segura. Só aí pode cuidar dos livros da mesma forma que os livros cuidam de si, ensinando-a a entender os sentimentos que a inquietam: a solidão, com Anna Karénina; a alegria de viver, com A Feira das Vaidades; as paixões avassaladoras, com O Monte dos Vendavais. Depois de uma tragédia que lhe roubou tudo, uma infância passada com uma família de acolhimento e um relacionamento falhado, não é de admirar que Loveday prefira os livros às pessoas. Até que um dia, numa paragem de autocarro, ela encontra um livro perdido. Em busca deste livro surge Nathan, um poeta que se deixa encantar pela jovem livreira mas que não consegue quebrar a sua barreira de gelo, a não ser com a ajuda de Archie, o excêntrico dono da livraria onde trabalha. Mas é quando os livros da sua infância começam a aparecer misteriosamente na livraria, que Loveday terá de aprender a confiar nos outros, para descobrir quem será a pessoa do seu passado que está a tentar contactá-la. Terá ela coragem para revelar a vida que, durante tantos anos, tentou esconder entre os livros?

Opinião: Andava numa fase em que não estava a conseguir ler muito, pelo que decidi pegar neste livro, que me pareceu uma daquelas leituras fofinhas e pouco exigentes – livros de que, por vezes, preciso para desanuviar. A verdade é que este A Vida Escondida entre os Livros acabou por ser muito mais complexo do que estava à espera, o que não foi necessariamente mau.

Loveday Cardew é uma jovem de 25 anos que trabalha há numa livraria alfarrabista, e é no meio dos livros que ela realmente se sente bem. É uma rapariga com algumas dificuldades de socialização, que desde cedo adivinhamos ter algumas coisas traumáticas no seu passado e que, como seria de esperar, vamos descobrindo ao longo da leitura. O aparecimento de Nathan, um poeta, na vida de Loveday ajuda-a a ir aos poucos alterando alguns dos seus hábitos, fazendo com que ela consiga mesmo recuperar o seu gosto pela escrita de poesia. Mas, entretanto, começam a aparecer na livraria, sem Loveday perceber bem como, alguns livros que pertencem ao seu passado. Como terão eles lá ido parar? Terão dentro de si a mensagem de que precisa de voltar a encarar o seu passado?

Claro que poderão encontrar neste livro o amor pela literatura, aqui e ali, mas esse não é, de todo, o foco da história. Diria que é antes uma história de uma mulher profundamente afetada pela sua infância traumática que, de certo modo, encontra consolo no meio dos livros e das palavras que contêm. Apesar de ser tudo muito centrado em Loveday, há um conjunto de personagens secundárias fantásticas, com destaque para Archie e Nathan. E a escrita de Stephanie Butland, que eu de forma preconceituosa tinha começado por achar que seria bastante básica, acabou por me surpreender pela sua densidade e caráter pungente.

Resumindo, não sendo um livro da vida, foi uma leitura de que gostei imenso e que não posso deixar de recomendar. Espero sinceramente que a autora continue a ser publicada em Portugal.

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.