Home / Novidades / Novidade Quetzal | O Comboio da Noite, de Martin Amis

Novidade Quetzal | O Comboio da Noite, de Martin Amis

Título: O Comboio da Noite
Autor: Martin Amis
Pág.: 160
Data de Lançamento: 19.07.2019
Comprar: Wook | Bertrand (links afiliados)

Mesmo a tempo das férias de verão, a Quetzal publica O Comboio da Noite, de Martin Amis. Traduzido por Telma Costa, este thriller de 1997 tem como protagonista Mike Hoolihan, uma mulher polícia de uma cidade americana, que investiga a morte de Jennifer Rockwell, a bonita e jovem filha do seu antigo chefe, Tom Rockwell. Uma arrebatadora história em que nada é o que parece, que chegou na sexta-feira, 19 de julho, às livrarias. Mike conhecera Jennifer Rockwell: era muito bela, inteligente, uma cria- tura extraordinariamente adorada por toda a comunidade. Encontrá-la com um tiro na cabeça foi um choque tremendo, e maior ainda foi a perplexidade quando todos os indícios apontaram para o suicídio. Tom Rockwell não iria descansar enquanto não encontrasse uma explicação satisfatória. Porém, à medida que Mike vai investigando, a possibilidade de encontrar uma motivação linear vai-se tornando cada vez mais remota, e a verdade por trás daquela morte voluntária é cada vez mais perturbadora.

Sinopse: Durante quatro anos, Iris Massey trabalhou lado a lado com Smith Simonyi, especialista em relações públicas, ajudando-o a gerir a carteira de clientes e a aperfeiçoar as suas marcas. Mas Iris morreu, vítima de cancro, com apenas trinta e três anos. À deriva sem a sua amiga e colega, Smith fica surpreendido quando descobre que Iris, nos últimos seis meses de vida, criou um blog com reflexões perspicazes, e normalmente bem-humoradas, acompanhadas por um pedido final: Smith devia publicar em livro os seus posts. Com a ajuda de Carl, o seu novo e encantador estagiário, Smith encarrega-se de realizar o último desejo de Iris. Para o poder fazer, tem de obter autorização de Jade, a irmã mais velha de Iris. Mas é aqui que a intriga se adensa…

Sobre o autor: Martin Amis é um dos autores de língua inglesa mais importantes e controversos da atualidade. Nasceu no País de Gales e é filho do escritor Kingsley Amis. A matéria-prima dos seus romances radica no absurdo da condição pós-moderna e nos excessos do capitalismo tardio das sociedades ocidentais; e o seu inconfundível estilo é compulsivo e terrivelmente vívido. Saul Bellow, Vladimir Nabokov e James Joyce são as suas grandes referências literárias. Por seu turno, influenciou uma nova geração de romancistas, como Will Self ou Zadie Smith.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.