Home / 5/5 / Opinião: Freddie Mercury: Uma Biografia | Alfonso Casas

Opinião: Freddie Mercury: Uma Biografia | Alfonso Casas

Autor: Alfonso Casas
Título Original:
Freddie Mercury: Una biografía (2018)
Editora: Suma de Letras
Páginas: 144
ISBN: 9789896657901
Tradutor: Margarida Filipe
Origem: Recebido para crítica
Comprar: Wook | Bertrand (links afiliados)

Sinopse: Freddie Mercury nasceu três vezes. A primeira, como Farrokh Bulsara. A segunda, como Freddie. A terceira, como lenda. A intenção deste livro: traçar, de modo literal e metafórico, um retrato do enorme Freddie Mercury. Uma homenagem ao que a sua música e a sua pessoa significaram (e significam) para muitos, incluindo para aqueles que talvez não tenham nascido sendo já fãs dos Queen, mas o serão quando morrerem.

Opinião: Posso dizer que sou uma fã relativamente recente dos Queen. Quando passei pela adolescência – aquela fase da vida determinante para a definição dos meus gostos musicais – estava mais voltada para o grunge e pós-grunge e, mesmo depois disso, nunca procurei muito a música anterior aos anos 1990. Só há poucos anos se fez uma espécie de clique, quando percebi que a música dos Queen é presença constante e mais ou menos evidente na minha vida – como na de outros milhões de pessoas.

A publicação desta maravilhosa biografia ilustrada não será alheia ao recente ressurgir do interesse na mítica figura de Freddie Mercury, muito por culpa do estrondoso sucesso do filme Bohemian Rhapsody, com a magnífica interpretação de Rami Malek. Seja lá por que motivo for, em boa hora o autor e ilustrador espanhol Alfonso Casas decidiu trabalhar neste livro, que na minha opinião merece figurar na estante de qualquer fã da música dos Queen.

O livro encontra-se organizado por capítulos que reproduzem os segmentos da música Bohemiam Rhapsody (Intro, Balada, Solo de Guitarra, Ópera, Rock e Coda), naquela que me parece uma analogia muito feliz entre esta mítica música e a vida do seu criador. E assim, vamos acompanhando os eventos principais da vida de Freddie, sendo o texto acompanhado por ilustrações coloridas e extremamente evocativas de momentos fundamentais na vida do cantor. 

Alfonso Casas avisa logo no prólogo que “este livro não pretende explorar os recantos mais profundos da vida privada de Freddie Mercury […]” e também “não é uma obra de consulta sobre os Queen“, sendo a intenção do livro “traçar, de modo literal e metafórico, um retrato do enorme Freddie Mercury […] reconstruindo a sua vida pessoal através da sua música, numa espécie de fronteira pouco nítida.” E, na verdade, o que Alfonso Casas consegue neste livro é um equilíbrio notável entre a informação que transmite ao leitor, que nunca se torna demasiado escassa ou extensa, e as ilustrações, que evocam de forma emocionante o misto de excentricidade e sensibilidade que marcaram a personalidade deste extraordinário cantor e compositor. 

Sejam ou não fãs de longa data de Freddie Mercury e dos Queen, uma coisa é certa: este livro merece estar nas vossas estantes. Fantástico!

Classificação: 5/5 – Adorei


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.