Home / Novidades / Novidade Contraponto | Números Que Contam Histórias, de André Rodrigues

Novidade Contraponto | Números Que Contam Histórias, de André Rodrigues

Título: Números Que Contam Histórias
Autor: André Rodrigues
Pág.: 224
Data de Lançamento: 18.04.2019
Comprar aqui (link afiliado)

Se gostaria de melhorar os seus conhecimentos de cultura geral e, a partir de números, obter informações relevantes e desconhecidas do cidadão comum sobre áreas como o mundo, os estilos de vida, a saúde, o futuro ou o planeta terra, Números Que Contam Histórias, da autoria do jornalista André Rodrigues, é para si. Este é o livro da rubrica de sucesso da Renascença, «O Mundo em Três Dimensões», que chegou às livrarias na quinta-feira, dia 18 de abril. Com prefácio e posfácio de duas figuras prestigiadas, o economista João Duque e o físico Carlos Fiolhais respetivamente, Números Que Contam Histórias possui textos curtos e acessíveis, de leitura rápida, que abordam 90 factos sobre Portugal e o Mundo, através dos números.
Segundo João Duque, «Este livro é a demonstração inequívoca de como os números podem dizer muito mais do que a informação impressa pelos seus algarismos». De acordo com Carlos Fiolhais, «André Rodrigues não tortura os números, embora alguns lhe cheguem um pouco aturdidos. Trata-os com desvelo. Com inteligência e humor, conta histórias à roda dos números que captam a atenção do leitor como antes captaram a atenção do radiouvinte. O seu livro ajudará a formar o que se chama «literacia matemática», de ler o mundo matematicamente.»

Sinopse: Os números estão muito mais próximos de nós do que julgamos e dominam o nosso quotidiano, mesmo que não gostemos de matemática. Mas este não é um livro de matemática, ainda que seja protagonizado por números. Confuso? Nem por isso. Este é, literalmente, um livro de cultura geral e os números são as personagens principais de histórias verídicas e cheias de informações e factos que o leitor provavelmente desconhece. Sabia que, se o ser humano conseguisse utilizar o cérebro na capacidade máxima, armazenaria 4,7 mil milhões de livros? E que os suínos em Espanha já são tantos que ultrapassam o número de cidadãos espanhóis? Ou que um estagiário na Apple aufere 5300 euros, isto é, mais do que o nosso Presidente da República? Ou ainda que a Rússia é tão grande que tem 11 fusos horários, o que faz com que de um lado do país haja habitantes que se sentam à mesa para jantar quando do outro há gente a despertar de uma noite de sono? Fazia ideia de que as peças Lego vendidas num só ano dariam 5 vezes a volta à Terra? Ou de que a fobia à sexta-feira 13 se chama «parascavedecatriafobia»? Ou de que existem mais países filiados na FIFA do que na ONU? E de que Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo? Se sonha com dias maiores, tem conhecimento de que, daqui a 6,7 milhões de anos, os dias do Planeta terão mais 1 segundo do que agora?

Sobre o autor: Sou 1 dos 19 milhões de indivíduos do mundo que nasceram a 15 de março. Ano? 1979. Naturalidade? Póvoa de Varzim. ainda que afastados. Não encontrei, até hoje, um melhor exemplo para validar a tese de que os números contam histórias, desde o primeiro segundo. A rádio entrou na minha vida antes da escola, no tempo das «piratas», dos gira-discos de agulha, dos vinis e dos estúdios itinerantes. Um encanto que me fez passar horas no quarto a fazer rádio para a audiência imaginária que ouvia a minha música e as histórias mirabolantes. Do sonho todo, fiquei com os 50% de contar histórias. Da Rádio Onda Viva, voei até ao Primeiro de Janeiro, fiz escala no Diário de Notícias e aterrei há 16 anos na Renascença. Mas como nem tudo é trabalho e nada substitui os afetos, o meu tempo livre é da família e dos amigos. Se um dia vier a conhecer o mundo todo, quero que seja com eles.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.