Home / Novidades / Novidade Quetzal | Sobe a Maré Negra, de Margaret Drabble

Novidade Quetzal | Sobe a Maré Negra, de Margaret Drabble

Título: Sobe a Maré Negra
Autor: Margaret Drabble
Pág.: 360
Data de Lançamento: 11.01.2019
Comprar aqui (link afiliado)

Sobe a Maré Negra marca a estreia em Portugal de Margaret Drabble, notável escritora inglesa a quem não falta a condecoração de Dame Commander of the Order of the British Empire. Com tradução de Telma Costa, este é o primeiro grande livro que a Quetzal faz chegar às livrarias em 2019, disponível a partir de 11 de janeiro. Está agendada uma breve estada da autora em Lisboa, entre 21 e 23 de janeiro, para promoção e divulgação do livro.

Sobe a Maré Negra é uma meditação inspiradora sobre a morte e a arte de bem envelhecer. Fran, a protagonista deste romance, pode ser velha, mas não vai desistir sem luta. Longe vão os dias em que criava os filhos e tentava aprender a cozinhar e a lidar com um marido muito ocupado e bastante ausente. Agora, aproveita os momentos de solidão e liberdade como pequenas ilhas de uma felicidade quase perfeita. À sua volta, o mundo prossegue o curso de vida e morte, amigos e conhecidos entre- gam-se ao destino final de forma diferente. Uma abordagem leve mas profunda a um tema crucial das nossas vidas.

Sinopse: Fran pode ser velha, mas não vai desistir sem luta. Por isso, pinta o cabelo, saboreia cada copo de vinho e percorre incansavelmente as estradas do país. Embora trabalhe com uma ONG, vão longe os seus dias do que se chama «vida ativa» – aqueles em que criava os filhos, em que tentava aprender a cozinhar e a lidar com um marido muito ocupado e bastante ausente. Agora, aproveita os momentos de solidão e liberdade como pequenas ilhas de uma felicidade quase perfeita. À sua volta, porém, o mundo prossegue o curso de vida e morte, e não falta variedade às maneiras como as pessoas (o seu grupo de amigos e conhecidos) se entregam ao destino final. Com ecos de Simone de Beauvoir e Samuel Beckett, este romance é uma meditação sobre a morte, e uma interpelação sardónica e comovente do que torna uma vida boa – e a morte também.

Sobre a autora: Com uma vintena de romances publicados, além de biografias, ensaios, contos e argumentos para cinema, Margaret Drabble – que tem uma carreira literária de cinquenta anos – é uma das mais no- táveis escritoras de língua inglesa da atualidade. Recebeu o Prémio Golden Pen pelo «notável serviço de uma vida dedicada à literatura», assim como, da mão da rainha Isabel II, a condecoração de Dame Commander of the Order of the British Empire.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.