Home / Blogmas 2018 / Blogmas 2018 – Dia 6 | Opinião: Aqueles Que Merecem Morrer, de Peter Swanson

Blogmas 2018 – Dia 6 | Opinião: Aqueles Que Merecem Morrer, de Peter Swanson

Autor: Peter Swanson
Título Original:
 The Kind Worth Killing (2015)
Editora: Editorial Presença
Páginas: 280
ISBN: 9789722360272
Tradutor: Pedro Elói Duarte
Origem: Empréstimo
Comprar aqui (link afiliado)

Sinopse: Ted Severson e Lilly Kintner conhecem-se num aeroporto de Londres. Conversam e bebem demasiados martinis enquanto aguardam pelo embarque num voo para Boston. Embalados pela bebida, os dois iniciam um estranho e arriscado jogo em que revelam pormenores da sua vida privada. Ted conta que a mulher, Miranda, o trai, chegando a dizer que tem vontade de a matar. Para sua surpresa, a enigmática Lilly mostra -se disposta a ajudá-lo. Se todos nós morremos, que diferença fará punir pelas próprias mãos quem merece ser punido? Mas Lilly não revela a Ted o seu passado tortuoso e sinistro. Assim começa uma perigosa e fatal corrida contra o tempo.

Opinião: Há muito que tinha este livro referenciado para ler, em especial pelas várias opiniões entusiastas que venho lendo desde que foi lançado em Portugal, em 2017. É inegável que os thrillers estão na moda, e isso é facilmente constatável quando olhamos para a quantidade de livros deste género que são publicados atualmente, não só no nosso país mas também no estrangeiro. Por isso, está a tornar-se cada vez mais difícil que livros que vivem da medida com que conseguem surpreender o seu leitor continuem a fazê-lo de uma forma consistente, em especial quando esses leitores consomem este género com alguma frequência. Tudo isto para dizer que a expectativa com que parti para este livro era que me proporcionasse uma leitura a todos os títulos inesquecível e marcante, dentro do género thriller. E já se sabe o que costuma acontecer quando colocamos as expectativas lá em cima, não é?

Lily e Ted conhecem-se numa viagem de avião entre Londres e Boston; o atraso no voo de ambos faz com que travem conhecimento e acabem por partilhar aspetos da sua vida privada – mais ele do que ela, na verdade. Ted acabou de descobrir que a mulher o está a trair e revela a Lily o seu desejo praticamente inconfessável de acabar com a vida dela. Este é o ponto de partida para uma história que envolve assassinatos e várias questões relacionadas com a moralidade da possibilidade de decidir quem vive e quem morre.

Há uma coisa que Peter Swanson consegue fazer muito bem neste livro, que é a constante sensação de arrepio que sentimos à medida que avançamos na história; para isto, muito contribui a forma como o autor constrói a personagem da Lily. É, sem dúvida, das personagens mais frias e amorais que já encontrei num livro e quase me sinto tentada a recomendar esta leitura apenas por causa dela. Outro aspeto que me agradou foram as reviravoltas inesperadas com que vamos sendo brindados ao longo da narrativa, ainda que nenhuma tenha sido completamente mind blown (mais uma vez, culpo a quantidade de thrillers que tenho lido nos últimos anos).

O final é controverso, especialmente pelas pontas soltas, que deixam à imaginação do leitor conclusões importantes. Escrevendo esta opinião um pouco a quente, ainda não consigo ter uma opinião definida em relação à forma como o autor decidiu encerrar este livro, mas tenho de lhe tirar o chapéu pelo final pouco convencional. No final de contas, ainda que não tenha sido totalmente aquilo que esperava, Aqueles que Merecem Morrer é um livro viciante e cativante, que tem todos os ingredientes para agradar aos amantes de thrillers. Recomendo!

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.