Home / Artigos / Blogmas 2018 – Dia 17 | TAG: No Outono é sempre igual

Blogmas 2018 – Dia 17 | TAG: No Outono é sempre igual

Hoje trago-vos uma TAG relacionada com esta época do ano e inspirada numa música do duo brasileiro Sandy e Júnior. (original de Melina Souza).

  • A noite cai, o frio desce: um livro que se passa em uma época fria. A Princesa do Gelo, de Camilla Läckberg. Este é o primeiro volume de uma série policial desta autora sueca, e o único que li até agora. Na altura, como não achei espetacular, não fiquei com grande vontade de prosseguir, mas como entretanto já me disseram muito bem dos volumes seguintes, muito provavelmente volto a pegar-lhe um destes dias (opinião aqui).
  • Mas aqui dentro predomina esse amor que me aquece, protege da solidão: um livro quentinho no coração. Acho que qualquer livro da Sarah Addison Allen pode perfeitamente encaixar-se nesta categoria. Mas porque foi o primeiro que li, recomendo O Jardim Encantado (opinião aqui).
  • A noite cai, a chuva traz o medo e a aflição: um livro com uma atmosfera sombriaO Diário Secreto de Laura Palmer, de Jennifer Lynch. Sendo um livro relacionado com a famosa série “Twin Peaks”, não é surpreendente que possa facilmente ser considerado um livro sombrio (opinião aqui).
  • Mas é o amor que está aqui dentro que acalma meu coração: um livro que você gostaria de poder viver dentro e interagir com os personagens. Qualquer um da série Harry Potter. Não é preciso explicar porquê, pois não?
  • No outono é sempre igual: um livro, autor ou género que você sempre gosta de ler nessa época do ano. Não sou uma leitora sazonal, com apetência por ler determinados autores ou géneros quando o tempo fica invernoso.
  • As folhas caem no quintal: um livro que trata sobre algum assunto delicado. Lolita, de Vladimir Nabokov. Este livro fantástico e moralmente complexo aborda, entre várias outras coisas, o tema da pedofilia (opinião aqui). 
  • Só não cai o meu amor: um livro com uma história de amor. O Segredo de Sophia, de Susanna Kearsley. Para além da história de amor, este é um livro bem escrito e estruturado, o que o transforma numa leitura compulsiva e que se infiltra na nossa mente mesmo quando não o estamos a ler. Adorei! (opinião aqui)
  • Pois não tem jeito, não, é imortal: um livro que você acha que deveria virar um clássico para que todas as futuras gerações pudessem ler. O Jardim dos Segredos, de Kate Morton. O que me faz lembrar que tenho imensas saudades de ler um livro desta autora (opinião aqui).


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.