Home / Novidades / Novidade Bertrand | A Direita e as Direitas, de Jaime Nogueira Pinto

Novidade Bertrand | A Direita e as Direitas, de Jaime Nogueira Pinto

Título: A Direita e as Direitas
Autor: Jaime Nogueira Pinto
Pág.: 344
Data de Lançamento: 27.04.2018
Comprar aqui (link afiliado)

«A Direita e as Direitas», obra de Jaime Nogueira Pinto, regressa às livrarias com nova edição. Através de uma coletânea de ensaios, publicados previamente ou escritos em especial para esta edição, o autor explora as origens da direita e os acontecimentos mais marcantes para a sua definição e consolidação, fazendo, na segunda parte do livro, uma análise completa da direita em Portugal ao longo do século XX.
Esta edição, revista e aumentada, procura identificar as ideias e os movimentos de direita, bem como encontrar alguns conceitos e definições operacionais. No entanto, Jaime Nogueira Pinto não se limita a estudar os acontecimentos históricos que acompanharam a evolução da direita política, mas também a fazer uma análise de como será o futuro modelo político, social e económico, com base na própria História e no funcionamento da democracia atual.
«O fim da Guerra Fria, a fragmentação, o terrorismo jihadista, a globalização económica e os progressos e retrocessos da construção europeia mexeram com as categorias políticas e alteraram os termos da contraposição esquerda-direita? E os novos movimentos designados por “populistas”, de que direita são? E se são de esquerda, de que esquerda? Haverá um regresso da política, depois de um tempo dominado pela economia? E a religião só ganhou força como valor político no mundo islâmico? E a nação e o nacionalismo, onde se situam?» Jaime Nogueira Pinto coloca questões prementes através de uma análise histórica e crítica da construção da direita europeia-americana na nova edição de «A Direita e as Direitas», que estará disponível a partir do dia 27 de abril de 2018.

Sinopse: De que falamos quando falamos de direita e de esquerda? O que é que as distingue? Que direitas são estas que estão agora a reaparecer na Europa e nos Estados Unidos da América e a que muitos chamam populismo? E porque é que em Portugal não há direita partidária? Nesta edição revista e aumentada de A Direita e as Direitas, Jaime Nogueira Pinto traça o percurso das diversas famílias da direita ao longo dos últimos 250 anos.
«A Direita e as Direitas, de Jaime Nogueira Pinto, conta-nos as razões que impediram a direita, em Portugal, de se constituir “como força política autónoma” depois de 1976.» – Victor da Cunha Rego, Semanário, Abril de 1996
«O autor analisa e classifica muito competentemente a direita e as direitas (e também a esquerda e as esquerdas). Como Jaime Nogueira Pinto não ignora, o problema de responder à pergunta “O que é a direita?” está na impossibilidade de atribuir às direitas características comuns e absolutamente distintas das esquerdas (…) fora da história. Felizmente, o livro dele não se propõe cortar esses “nós”. Pretende, com mais modéstia, fazer pensar. E faz.» – Vasco Pulido Valente, O Independente, Revista Vida, Abril de 1996

Sobre o autor: Jaime Nogueira Pinto nasceu no Porto em 1946, licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa e é doutorado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Foi diretor do jornal O Século, administrador da Bertrand e é acionista e administrador de empresas na área da consultadoria estratégica e da segurança privada. Colabora regularmente na imprensa portuguesa e tem escrito sobre temas de Ciência Política e História Contemporânea. Tem uma vasta obra publicada, na qual se incluem os títulos Portugal – Os Anos do Fim, Introdução à Política, Salazar Visto pelos Seus Próximos, O Islão e o Ocidente – A grande discórdia, Cinco Homens Que Abalaram a Europa e Bárbaros e Iluminados: Populismo e utopia no século XXI.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.