Home / Novidades / Novidade Desassossego | E Deus criou o Mundo, de Carlos Quevedo

Novidade Desassossego | E Deus criou o Mundo, de Carlos Quevedo

DeusTítulo: E Deus criou o Mundo
Autor: Carlos Quevedo
Pág.: 208
Data de Lançamento: 02.06.2017

Sinopse: No princípio Deus criou o céu e a terra. Neste pilar assenta a fé dos três principais credos monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islão. Todos oriundos do Médio Oriente e cujas orientações morais servem de guia para milhões de pessoas em todo o mundo. O que muitos crentes desconhecem são as diferenças e semelhanças entre os três credos. Numa tentativa de manter o diálogo vivo, o jornalista Carlos Quevedo conversa com três membros influentes dessas comunidades religiosas em Portugal acerca das suas diferentes perspectivas, dos desafios com que os crentes se confrontam todos os dias e do contributo da religião para o mundo moderno.

Ao longo deste processo, vamos compreender que há razões para um mesmo Deus ser adorado de maneiras diferentes, sem isso ter de resultar em desconfiança e receio. E que, na verdade, cabe aos homens e mulheres de fé instituir a tolerância e derrubar séculos de ignorância e amnésia cultural.

Sobre o autor: Carlos Quevedo é jornalista. É autor e produtor do programa de rádio E Deus Criou o Mundo, na Antena 1, no qual se promove o diálogo inter-religioso.
Vive em Lisboa. Foi um dos fundadores da revista Kapa. Foi crítico de televisão no jornal O Independente e na revista Visão. Foi crítico de teatro e redactor principal n’O Independente.
Em 1978, mudou-se para Portugal, onde fundou a Companhia de Teatro de Lisboa. Encenou peças de Samuel Beckett, Henrik Ibsen e Harold Pinter, entre outros. Estudou Sociologia e, em Paris, Teoria da Literatura.
Nasceu em 1952, em Buenos Aires.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.