Opinião: Lutar com Tubarões, de Richard Yates (Onze Tipos de Solidão)

Leon Sobel arranja emprego num jornal bissemanal sindicalista, do género tablóide, e pensa que vai finalmente poder ser reconhecido como escritor. Personagem singular aos olhos do narrador, outro homem que trabalha no The Labor Leader (provisoriamente, diz-nos ele), Sobel fica extasiado quando lhe é atribuída a responsabilidade de escrever uma das colunas da publicação, mas a ilusão relativamente às suas capacidades faz com que o texto produzido não corresponda minimamente ao que lhe tinha sido pedido.

Como leitores, vemos a personagem principal através dos olhos de McCabe, o narrador, que o descreve de forma algo condescendente. Se, por um lado, sentimos alguma pena da ingenuidade de Sobel, por outro a sua falta de noção – corroborada, de certo modo, pelo final do conto – acaba por pesar do outro lado da balança e deixar o leitor com sentimentos ambíguos. Não sendo um conto mau – longe disso – também não foi dos meus preferidos.

Classificação: 3/5 – Gostei

mae-billboard

Sobre Célia

Tenho 38 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.