Home / Novidades / Novidade Teorema | Uma Dor tão Desigual, de Vários

Novidade Teorema | Uma Dor tão Desigual, de Vários

unnamed (1)Título: Uma Dor tão Desigual
Autor: Afonso Cruz, Dulce Maria Cardoso, Gonçalo M. Tavares, Joel Neto, Maria Teresa Horta, Nuno Camarneiro, Patrícia Reis, Richard Zimler
Pág.: 200
Data de Lançamento: 20.09.2016

Este livro resulta de um desafio feito a oito autores portugueses para que explorassem as fronteiras múltiplas e ténues que definem a saúde psicológica e o que dela nos afasta.
Em estilos muito diferentes, um leque extraordinário de escritores brinda-nos com textos que mostram como qualquer um de nós pode viver momentos difíceis e precisar de ajuda.
Estas são histórias de perda, solidão, fraqueza e delírio, mas também de esperança e humanidade.
São relatos de gente que podíamos conhecer e talvez conheçamos, histórias íntimas e ricas de homens e mulheres como nós.
A área da saúde psicológica está ainda sujeita a muitos preconceitos, que dificultam a procura de ajuda profissional e estigmatizam quem sofre. Pretende-se com este livro combater esses preconceitos, despertar consciências e ajudar a encontrar uma saída.

Sinopse: No ano em que comemora 20 anos de existência, a Ordem dos Psicólogos lançou um desafio a oito autores para que escrevessem um conto sobre a fronteira, tantas vezes ténue, entre a sanidade mental e a loucura, entre a normalidade e a doença psíquica. Em estilos muito diferentes, um leque extraordinário de escritores – Afonso Cruz, Dulce Maria Cardoso, Gonçalo M. Tavares, Joel Neto, Maria Teresa Horta, Nuno Camarneiro, Patrícia Reis e Richard Zimler – brindam-nos com textos que mostram como aqueles que muitas vezes estão ao nosso lado, mesmo que o não notemos, podem viver um momento especialmente delicado e precisar de ajuda psicológica.
De um viúvo que começa a desmazelar-se no aspecto a um esquizofrénico que desenha freneticamente ao espelho; de uma mulher que renega a filha de um amor místico a uma outra largada pelo marido e deprimida; de um rapaz frágil e estranho que se refugiava nos livros a um homem que já foi obeso e hoje passa por ter dupla personalidade; de um homem que trabalha num laboratório químico e planeia o suicídio a um louco que cria um museu do Nada, eis oito histórias de gente que podíamos conhecer pessoalmente, porque da estabilidade ao desequilíbrio vai apenas um passo.

 

 


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.