Home / Novidades / Novidade GestãoPlus | Caixa Negra, de Matthew Syed

Novidade GestãoPlus | Caixa Negra, de Matthew Syed

Caixa NegraTítulo: Caixa Negra
Autor: Matthew Syed
Pág.: 408
Data de Lançamento: 09.09.2016

O que tem em comum a equipa de Fórmula 1 da Mercedes-Benz e a Google? E o que partilha a equipa de ciclismo Team Sky com a indústria da aviação? Porque se inclui David Beckham e a Pixar na mesma equação de sucesso? Segundo Matthew Syed a resposta é simples: o «pensamento caixa negra».

É sob esta premissa que o autor escreveu «Caixa Negra», um best-seller internacional que chegou a Portugal a 9 de setembro, pela GestãoPlus. Este livro, que se foca no percurso até ao sucesso, recorre a uma metáfora simples e impactante: «Cada avião está equipado com duas caixas negras quase indestrutíveis, sendo que uma delas grava as instruções que são enviadas para os sistemas eletrónicos a bordo, enquanto a outra grava as conversas e os sons dentro do cockpit. Se houver algum acidente, as caixas são abertas, a informação é analisada, e a razão para o acidente é trazida à tona. Este processo garante a mudança de procedimentos, para que nunca volte a ocorrer o mesmo erro», afirma Matthew Syed no início do livro.

Com base neste exemplo, o autor explora as infindáveis formas de lidar e aprender com os erros, recorrendo ao «pensamento caixa negra», integrando este conhecimento na sua estratégia para o sucesso, seja qual for o empreendimento.

Com recurso a inúmeros exemplos práticos, como o voo 173 da United Airlines, as sangrias praticadas por médicos medievais e até à análise de argumentos a favor e contra a sua inscrição no ginásio, Matthew Syed explora as várias vertentes que possibilitam o caminho ao sucesso e quais são os comportamentos-padrão que potenciam o cometimento recorrente de erros.

«Quando vemos o fracasso a uma nova luz, o sucesso torna-se um conceito novo e emocionante. A competência já não é um fenómeno estático, algo reservado a pessoas e organizações incríveis com base numa superioridade fixa. Em vez disso, é vista como uma dinâmica na natureza: algo que cresce, à medida que nos esforçamos para afastar as fronteiras do nosso conhecimento (…). Olhamos, assim, com entusiasmo para o espaço infinito que vai além daquilo que compreendemos de momento, e atrevemo-nos a entrar em território incerto, descobrindo novos problemas à medida que vamos encontrando novas soluções, tal como grandes cientistas.»

Sinopse: O que tem a equipa de Fórmula 1 da Mercedes a ver com a Google? O que tem a equipa de ciclismo Team Sky a ver com a indústria da aviação? Que ligação há entre o inventor James Dyson e o futebolista David Beckham? Todos tinham “caixa negra” – ou seja, métodos de registo e análise dos erros cometidos, aquilo a que o autor chama “pensamento caixa negra”. Quer seja para desenvolver um novo produto, aperfeiçoar uma competência ou acertar numa decisão crítica, estes pensadores não têm medo de assumir erros. Na verdade, consideram o fracasso a melhor forma de aprender. Em vez de negar o risco, não assumir os erros, culpar os outros ou as circunstâncias e simplesmente “fugir com o rabo à seringa”, estas empresas e empreendedores assumem a “vacina” do erro e integram-no na sua estratégia para o sucesso. E é por isso mesmo que o atingem.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.