Home / 3/5 / [Opinião] Harry Potter and the Chamber of Secrets, de J.K. Rowling

[Opinião] Harry Potter and the Chamber of Secrets, de J.K. Rowling

713214Autor: J.K. Rowling
Ano de Publicação: 1998
Páginas: 357

 

Sinopse: The Dursleys were so mean and hideous that summer that all Harry Potter wanted was to get back to the Hogwarts School for Witchcraft and Wizardry. But just as he’s packing his bags, Harry receives a warning from a strange, impish creature named Dobby who says that if Harry Potter returns to Hogwarts, disaster will strike. And strike it does. For in Harry’s second year at Hogwarts, fresh torments and horrors arise, including an outrageously stuck-up new professor, Gilderoy Lockheart, a spirit named Moaning Myrtle who haunts the girls’ bathroom, and the unwanted attentions of Ron Weasley’s younger sister, Ginny. But each of these seem minor annoyances when the real trouble begins, and someone–or something–starts turning Hogwarts students to stone. Could it be Draco Malfoy, a more poisonous rival than ever? Could it possibly be Hagrid, whose mysterious past is finally told? Or could it be the one everyone at Hogwarts most suspects…Harry Potter himself.

 

Opinião: Já li este livro umas quantas vezes, e depois de mais uma releitura, continuo com a mesma opinião: este é o livro mais fraco da série. Não que seja mau, longe disso, mas quando comparado com os restantes fica, a meu ver, longe em termos de originalidade da narrativa.

 

Depois da novidade do primeiro ano em Hogwarts, dos perigos por que passou e do primeiro encontro com Voldemort, Harry prepara-se para o segundo dos sete anos em Hogwarts, agora já familiarizado com a rotina da escola e com amizades cimentadas. Mas algumas coisas estranhas começam a acontecer: Harry ouve uma estranha voz sibilante que lhe parece vir de dentro das paredes e alguns estudantes começam a aparecer petrificados. Ao mesmo tempo, ressurge o mito da Câmara dos Segredos, um local escondido que só poderia ser aberto pelo verdadeiro herdeiro de Salazar Slytherin, o fundador dessa casa.

 

Os perigos e a ação vão-se desenvolvendo até ao confronto final de Harry com o seu arqui-inimigo, muito à semelhança do que aconteceu no primeiro volume. Não diria que é mais do mesmo, até porque existem alguns dados novos em relação a Voldemort, mas de facto a história não conhece grandes nuances ou personagens novas particularmente interessantes.

 

Este livro vale essencialmente por continuarmos na companhia de personagens das quais aprendemos a gostar no primeiro volume da série e por algum desenvolvimento em relação às regras deste mundo mágico que J.K. Rowling criou. E agora, parto para o que é o meu volume preferido da série, The Prisoner of Azkaban.

 

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.