Home / Blogue / [Blogue] Balanço de 2014

[Blogue] Balanço de 2014

Findo 2014, está na hora de fazer o post habitual de balanço das leituras do ano que terminou. Vamos a isto?

 

Balanço Geral

2013 foi o ano em que recuperei a vontade de ler, e por isso aproveitei o embalo para tentar fazer de 2014 um ano de muitas e variadas leituras. Um dos principais objetivos deste ano era reduzir a pilha de livros para ler, e cheguei mesmo a fazer um post com algumas dicas que estava a pôr em prática para o alcançar. A boa notícia é que consegui e isso é muito recompensador.

 

A nível de livros lidos, tanto em número (116) como em páginas (37.840), foi o meu melhor ano de sempre. Como é óbvio, isso não significa que tenha sido o melhor ano de leituras de sempre, porque mesmo tendo lido muitos livros, apenas uma pequena parte mereceu a classificação máxima da minha parte. Aliás, basta ver que a média de classificações, de 1 a 5, foi 3,14. Acho que isto teve muito a ver com o tal objetivo de reduzir a pilha: por causa de desafios ou alguma aleatoriedade, acabei por pegar em alguns livros que já não sei por que motivo tinha adquirido e vários revelaram-se medianos ou mesmo uma desilusão.

 

Contudo, fico satisfeita por verificar a variedade das minhas leituras, ainda que muitas vezes o resultado não tenha sido o desejado. Ao olhar para os autores mais lidos (J.D. Robb, Arthur Conan Doyle e Agatha Christie) percebo que boa parte do meu ano literário foi dedicado ao género policial, o que me surpreende ainda mais porque há não muito tempo considerava este género como o meu calcanhar de Aquiles. Robin Hobb, Ursula K. Le Guin, Julia Quinn ou Afonso Cruz foram outros repetentes. Contudo, os 116 livros foram distribuídos por 76 autores, o que mais uma vez reforça a ideia da diversidade. Continuo é a não ler muitos autores portugueses: dos 116 livros, apenas 9% foram livros de autores portugueses, o que é manifestamente pouco.

 

 

Top 10 de 2014

Por ordem de preferência:

1 – O Véu Pintado, W. Somerset Maugham
2 – O Tormento dos Céus, Ursula K. Le Guin
3 – Toda a Mafalda, Quino
4 – A Canção de Tróia, Colleen McCullough
5 – Quiet, Susan Cain
6 – Ainda Alice, Lisa Genova
7 – A História de uma Serva, Margaret Atwood
8 – O Silo, Hugh Howey
9 – A Sangue Frio, Truman Capote
10 – The Good Girl, Mary Kubica

 

Top2014 

 

Estatísticas

 

estatísticas 

No ano passado fiz um apanhado semelhante ao acima e desejei que ficasse como referência para ser melhorado em 2014. Felizmente, foi precisamente isso que aconteceu. Tenho ainda a acrescentar que a média de páginas lidas por dia foi 104, o que é excelente.

 

Para além dos livros, li também 4 contos (sem contar com as antologias, que foram consideradas para o número total de livros), 4 números da Clarkesworld e 1 BD; não foi uma decisão consciente, mas simplesmente não estive para aí virada. A ver vamos se 2015 traz novidades neste aspeto.

 

Outras curiosidades:

  • Em termos de formato, 74% foram livros físicos, 15% audiobooks e 11% e-books;
  • 54% dos livros lidos foram escritos por mulheres, 43% por homens e os restantes 3% foram para livros com dois ou mais autores de ambos os sexos;
  • As duas classificações que mais atribuí às leituras de 2014 foram 3/5 (55%) e 2/5 (24%). Fui poucas vezes aos extremos, tendo atribuído a classificação máxima a 4% do que li e a classificação mínima a 3%;
  • 72% das minhas leituras foram em português e as restantes em inglês;
  • O livro mais longo que li em 2014 foi O Inverno do Mundo, de Ken Follett, com 832 páginas;
  • Os livros mais curtos foram dois que incluíam contos de Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle, com 72 páginas;
  • O livro que tinha há mais tempo por ler (sem a certeza absoluta, porque nessa altura não tomava nota das datas de aquisição) foi O Véu Pintado, de W. Somerset Maugham, que aguardava a sua vez desde 2006.
  • E a distribuição dos 116 livros de acordo com datas de publicação:
    • 3 foram publicados no Séc. XVIII; 
    • 5 foram publicados no Séc. XIX;
    • 10 foram publicados na primeira metade do Séc. XX;
    • 34 foram publicados na segunda metade do Séc. XX;
    • 58 foram publicados entre 2001 e 2013;
    • 6 foram publicados em 2014.

 

 

Objetivos de 2014

Vamos ver como correram os objetivos de leitura a que me propus para 2014:

  • Diminuir a pilha de livros por ler: posso considerar este objetivo como a grande vitória de 2014. Tinha 400 livros físicos por ler no início do ano e termino com 336, o que significa que entre leituras e aquisições, o total diminuiu 64 livros. Estou mesmo muito satisfeita comigo própria.
  • Completar os desafios a que me propus: Mount TBR Challenge, Monthly Keyword Challenge e Monthly Motif Challenge foram todos concluídos com sucesso.
  • Ler pelo menos 75 livros: considerei este um objetivo ambicioso, mas acabei por completá-lo ainda em agosto. Correu lindamente!
  • Prosseguir ou terminar séries/trilogias começadas: este foi o objetivo menos conseguido. A verdade é que o apanhado que havia feito há uns tempos sobre esta questão já está desatualizado e entretanto perdi o fio à meada.

 

Objetivos para 2015

  • Diminuir a pilha de livros por ler: desejo manter o registo. Seria muito bom conseguir chegar ao fim de 2015 nos 250 livros na pilha.
  • Completar os desafios a que me propus: em 2015, apenas me inscrevi em 2 desafios, novamente o Mount TBR Challenge e o Monthly Key Word Challenge. Posso eventuamente participar nalgum Bout of Books, mas decidirei quando lá chegar.
  • Ler pelo menos 100 livros: a ideia é manter o ritmo atual. Se nada de extraordinário acontecer, penso que conseguirei lá chegar.
  • Ler mais autores portugueses: para já, quero no mínimo ler um autor português por mês, o que totalizará 12 no final do ano. Mas gostava bastante que esse número fosse ultrapassado.
  • Em termos de blogue, quero finalmente ter a secção “Autores” atualizada. Isto requer muitas horas de trabalho e pesquisa, mas acho que é uma secção realmente útil e que quero ver a funcionar em pleno. De resto, quero conseguir continuar a publicar com regularidade as minhas opiniões e outros textos que imprimam alguma vitalidade e variedade ao blogue.

 

E basicamente é isto. Desejo um bom 2015 para todos, repleto de leituras e coisas boas!


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.