Home / Top Ten Tuesday / [Top Ten Tuesday] Livros que tive dificuldades em ler

[Top Ten Tuesday] Livros que tive dificuldades em ler

TTT3W

 

Acho o tema de hoje muito interessante. A ideia é fazermos uma lista de 10 livros cuja leitura foi difícil, seja por causa da escrita, do tema ou de outra coisa qualquer. Aqui estão as minhas escolhas:

 

  1. Anna Karenina, de Lev Tolstoi: admito a embirração da minha parte, mas a leitura deste livro foi mesmo penosa. Lembro-me que o li numa leitura conjunta, e se não tivesse sido por isso muito provavelmente tinha desistido. É um livro interessante, bem escrito, mas nunca. mais. acaba.
  2. Meridiano de Sangue, Cormac McCarthy: também li este numa leitura conjunta e se calhar se não tivesse sido por isso teria igualmente desistido. A diferença é que acabei por gostar bastante. Longe de ser uma leitura compulsiva, este livro tem descrições muito violentas e gore, mas é um excelente livro cujo esforço de leitura é recompensado.
  3. Uma Questão Pessoal, Kenzaburō Ōe: este livro é muito negro, deprimente até. Não foi uma leitura fácil pelo tema que trata, e por isso não me deixou grandes recordações.
  4. Jonathan Strange e o Sr. Norrell, Susanna Clarke: um livro enorme, denso, com inúmeras notas de rodapé, esta não é certamente uma leitura fácil. Não posso dizer que não gostei, mas também não adorei. Gostei muito de algumas coisas, de outras nem por isso, mas, acima de tudo, recordo este livro como uma leitura exigente.
  5. Cem Anos de Solidão, Gabriel García Márquez: outro livro que me deixou dividida. Gostei bastante do início, mas às tantas o livro começou a aborrecer-me e a leitura arrastou-se um bocado. As inúmeras personagens (várias com os mesmos nomes) e a sucessão quase imparável de acontecimentos fazem com que o leitor tenha de se manter concentrado sob pena de perder o fio à meada.
  6. O Monte dos Vendavais, Emily Brontë: a principal dificuldade neste livro, pelo menos para mim, foi sentir empatia pelas personagens e pelos seus ataques de loucura. O livro é um hino à infelicidade e penso ser necessário estar no espírito certo para se retirar o máximo desta história.
  7. A Laranja Mecânica: não é fácil entrar neste livro, principalmente devido à presença do “nadescente”, uma linguagem inventada pelo autor para ser utilizada pelas suas personagens. De resto, um excelente livro que recomendo sem reservas.
  8. Ainda Alice, Lisa Genova: ler sobre a doença de Alzheimer, da forma como esta autora decidiu escrever sobre ela, é um autêntico murro no estômago. É uma leitura recente, mas muito recomendada.
  9. O Estrangeiro, Albert Camus: um livro interessante, bem escrito e thought-provoking, mas que exige o máximo de concentração para ser devidamente apreciado.
  10. Se Isto é um Homem, Primo Levi: um relato verídico e impressionante de alguém que esteve num campo de concentração. Choca pelo realismo e cativa pelas reflexões sobre o sentido da vida e a maldade humana. Apesar do tema difícil e da forma por vezes crua do relato, é imperdível.

 

Top Ten Tuesday é uma rubrica semanal do The Broke and the Bookish.


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.