Home / 2/5 / [Opinião] Observações, de Jane Harris

[Opinião] Observações, de Jane Harris

7936516Autor: Jane Harris
Título Original:
The Observations (2006)
Editora: Editorial Presença
Páginas: 448
ISBN: 9789722343312
Tradutor: José Remelhe e Ana Mendes Lopes
Origem: Comprado

Sinopse: Em plena época vitoriana, Bessy Buckley, uma irlandesa de 15 anos, encontra um lugar de criada numa mansão isolada que pertence à encantadora Arabella Reid e ao seu marido, um político com ambições. Arabella faz-lhe várias e intrigantes exigências entre as quais a de que descreva, num diário, as suas tarefas e os seus pensamentos mais íntimos. Apesar de tudo Bessy afeiçoa-se à sua patroa, mas acaba por descobrir que a mansão esconde segredos surpreendentes. Uma sátira inteligente à hipocrisia vitoriana, bem-humorada e com um enredo que cria um suspense psicológico subtil.

Opinião: Gostei da capa e da sinopse deste livro, e as opiniões que tinha lido por aí davam-me esperança para que esta leitura acabasse por ser positiva. Fiquei contente quando o ganhei num passatempo na altura em que saiu e por isso foi com entusiasmo que encarei a perspetiva de o iniciar.

A história começa quando a adolescente Bessy Buckley decide rumar a Glasgow em busca de um emprego (e, quem sabe, um casamento) e no caminho, perto de uma pequena localidade, trava conhecimento com Arabella Reid, que lhe oferece um posto na sua casa como governanta. Bessy, a narradora na primeira pessoa desta história, não demora muito tempo a decidir aceitar a proposta e olha para as perspetivas deste novo emprego com muito entusiasmo. No entanto, Arabella começa a ter algumas atitudes estranhas e a fazer a Bessy pedidos bizarros, a que esta vai acedendo com algumas reticências. Quando Bessy encontra um livro que Arabella está a escrever, entitulado precisamente “Observações”, e o lê, começa a perceber melhor a patroa e toma conhecimento de uma anterior empregada da casa e do seu estranho desaparecimento.

A capa e a sinopse deste livro prometiam um romance histórico, e apesar de alguma desilusão quando percebi que não estava perante o romance histórico típico, não achei que fosse propriamente mau ler um livro que fugisse ao convencional do género. Bessy é uma rapariga independente, um pouco rebelde e desbocada, e a voz narrativa da história passa precisamente essas características, a que se juntam alguns pedaços de humor. Nesse aspeto, acho que a autora conseguiu tornar a sua personagem principal credível. Contudo, na minha opinião, o enredo não acompanhou o interesse da protagonista: após um bom início, que abre o apetite para revelações e reviravoltas interessantes na história, acabei por me deparar com cenas que não só não acrescentaram muito à história como ainda a tornaram arrastada. As personagens secundárias, principalmente Arabella, tinham bastante potencial, mas acabaram por me parecer mal desenvolvidas. O final, esse, fica muito aquém do que alguns desenvolvimentos do enredo prometeram.

No fim, pareceu-me que a autora quis escrever um romance vitoriano que envolvesse humor, mistério e uns pózinhos de sobrenatural, mas ao querer ser tantas coisas ao mesmo tempo acabou por não ser nenhuma delas com eficácia. Foi pena, porque me pareceu um livro com potencial.

Classificação: 2/5 – OK


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.