Home / Top Ten Tuesday / [Top Ten Tuesday] Escritores que merecem mais reconhecimento

[Top Ten Tuesday] Escritores que merecem mais reconhecimento

TTT3W

 

Esta rubrica anda um bocado esquecida, mas cá está finalmente de volta. Esta semana, a proposta é elencar 10 escritores que, na nossa opinião, ainda não tiveram o devido reconhecimento. É um bocado subjetivo, este conceito de ser reconhecido, mas considerar a reconhecimento a nível profissional e/ou de leitores, bem como vendas consideráveis de livros. Mais uma vez vou fazer batota porque não consegui arranjar 10 escritores 😀

 

  1. Elizabeth Gaskell. Acho que esta escritora inglesa contemporânea de Jane Austen ficará sempre à sombra desta. Em Portugal, o seu livro mais famoso, North and South, continua à espera de ver a luz do dia; lá por fora, apesar de ter algumas obras que foram alvo de adaptações à TV, continuo a achar que não lhe é reconhecido o devido mérito.
  2. Jacqueline Carey. Não tanto a nível internacional, mas a nível nacional. A Saída de Emergência publicou a primeira trilogia da autora (em 6 volumes) e pelos vistos não há planos para continuar a publicá-la por cá porque as vendas não foram grande coisa. Penso que os livros dela ficaram perdidos no meio de tantos outros nas prateleiras. É pena, porque é uma autora que escreve muito bem e que criou um mundo muito interessante. Fica a esperança que outra editora aposte nela.
  3. Jojo Moyes. Apesar de o seu último livro estar a ser um sucesso mundo fora e de já ter vários livros publicados em Portugal, sinto que ainda há algum preconceito com os seus livros, especialmente em Portugal. É uma autora que vale a pena descobrir.
  4. Sara MacDonald. “Quem?“, perguntam vocês. Antes do Amanhecer é o único livro da autora publicado em Portugal e passou tão despercebido como uma agulha num palheiro. Não me parece que vá voltar a ver um livro dela publicado por cá, mas este valeu bem a pena.
  5. John Scalzi. A ideia que tenho é que muito pouca gente em Portugal leu A Guerra é para os Velhos. É um excelente livro de ficção científica que passou despercebido e que ou muito me engano ou ficará como publicação única da série a que pertence.
  6. David Soares. Goste-se mais ou menos, é inegável que se trata de um bom escritor com livros de linguagem erudita e enredos complexos. Tenho a sensação que tem potencial para ser lido por muito mais gente.
  7. Jan Guillou. Muitos poucos leitores em Portugal devem ter lido os livros da trilogia “As Cruzadas“, até porque só foram publicados os dois primeiros (Bertrand, as usual). O que é uma pena, porque para quem gosta de romances históricos, os livros são mesmo bons.

  

Top Ten Tuesday é uma rubrica semanal do The Broke and the Bookish.


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.