Home / Artigos / [Blogue] Ler nos transportes públicos

[Blogue] Ler nos transportes públicos

(imagem daqui)

 

Ler é um ato isolado, apesar de ser uma paixão que muita gente gosta de partilhar – prova disso é a existência deste blogue. Não é muito comum estar em situações em que possa observar outras pessoas a ler, tirando algumas ocasiões durante as férias e, no dia-a-dia, nos transportes públicos.

Vou todos os dias de transportes públicos para o trabalho e aproveito sempre esse tempo para ler – a não ser que não consiga arranjar lugar sentada, o que por vezes acontece no Metro, no regresso a casa. Mas, feitas as contas, todos os dias leio cerca de 1 hora nos transportes públicos. Durante muitos anos, quando andava de comboio, acompanhava a leitura com a música, mas como agora tenho companhia não dá muito jeito andar sempre a tirar os fones para poder ouvir alguma coisa que me é dita. Há quem não consiga ler com a música – eu própria prefiro fazê-lo em silêncio – mas acho que é preferível a música às conversas. Agora já me habituei mais a abstrair-me dos barulhos circundantes, mas mesmo assim quando alguém fala mais alto e perto de mim tenho sérias dificuldades em concentrar-me.

Uma das coisas que mais gosto de fazer quando vou nos transportes, e não demasiadamente absorvida na leitura, é encontrar outros leitores e espreitar para o que eles andam a ler. Era giro ter paciência para fazer uma análise estatística dos livros que mais encontro, mas como não tenho muita, digo apenas que, como seria mais ou menos de esperar, vê-se muita gente com bestsellers – sei que vejo bastante Nora Roberts, José Rodrigues dos Santos ou Saramago. Vejo Saramago várias vezes, o que é bom (não desfazendo). Depois há quem leve algumas coisas mais rebuscadas e quem leve os livros forrados, o que obriga a um exercício mais complicado de observação para tentar perceber o que lerá aquela pessoa. A não ser que façam como uma rapariga que vi na semana passada, que tinha o título do livro e do autor escritos à mão na capa que forrava o livro 😀 Leitores de e-books é muito raro encontrar. 

O que acho mesmo é que vejo cada vez mais pessoas a ler nos transportes públicos. Gosto de pensar que isso se estende à população em geral. Isso ou então sou eu que estou particularmente atenta a esse pormenor e sou optimista.


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.