Home / Novidades / [Lançamento] Novidades Civilização para Junho

[Lançamento] Novidades Civilização para Junho

Três Verões, Julia Glass (14 de Junho)

Neste romance cativante, Julia Glass descreve a vida e os amores da família McLeod durante três Verões cruciais, ao longo de uma década. Depois da morte da mulher, Paul McLeod, patriarca de uma família escocesa, e proprietário e editor reformado de um jornal, participa numa viagem guiada à Grécia. A sua partida da casa familiar, na Escócia, e aquele gesto tardio de libertação, abrem caminho à vida de Fenno, o filho mais velho. Fenno protege os seus sentimentos colocando-se em quarentena emocional durante toda a sua vida como jovem gay, em Manhattan. Quando regressa a casa para o funeral do pai, este isolamento emocional não pode ser mantido e ele é confrontado com uma escolha que o põe no centro da família e do seu futuro.
Três Verões é um romance sobre o modo como vivemos e sobre como os laços familiares – os que nós fazemos e os que já nascem connosco – podem oferecer redenção e alegria.

 

Os Filhos do Nosso Bairro, Naguib Mahfouz (14 de Junho)

Originalmente publicado em árabe em 1959, sob a forma de folhetins no jornal Al-Ahram do Cairo, o romance Os Filhos do Nosso Bairro teve a oposição severa das autoridades religiosas e a sua publicação já sob a forma de livro foi proibida no Egipto. Hoje, editado pela primeira vez em Portugal e traduzido directamente do árabe, as maravilhosas histórias que o compõem encantarão os leitores.
Os Filhos do Nosso Bairro é um romance constituído por pequenas histórias sobre as vidas dos descendentes de um egípcio, Gabalawi, e dos seus filhos que vivem no bairro que vai crescendo e rodeando a sua mansão. Cada uma das cinco histórias se centra no surgimento de um “salvador” que vem remir os habitantes do bairro de governantes criminosos perversos, dando origem a uma época de paz e prosperidade. No entanto, após a morte de cada um destes notáveis salvadores, os habitantes do bairro regridem inevitavelmente para uma vida governada pela ganância e pela ânsia de poder que os conduz de novo à criminalidade.
Mahfouz tece uma narrativa encantadora que acompanha várias gerações através dos seus triunfos e sofrimentos, explorando a importância da esperança, da espiritualidade, da justiça e da noção de história de um povo face à opressão.

 

Guerreiro de Roma – O Rei dos Reis, Harry Sidebottom (14 de Junho)

256 d. C. O fantasma da traição paira como um presságio sobre o Império Romano. A chama do fervor cristão espalhou-se pelo Império como um incêndio e, nos círculos do poder, há intrigas de homens perigosos e poderosos. Entretanto, as forças sassânidas pressionam sem tréguas a fronteira oriental. O destemido general Balista regressa à corte imperial da cidade arruinada de Arete… e descobre que há quem prefira vê-lo morto. De um momento para o outro, Balista vê-se envolvido numa rede de intriga e fanatismo religioso… e a sua coragem e lealdade a Roma e ao imperador serão postas à prova. O Guerreiro de Roma está de volta.

(Nota: Este é o 2.º volume da trilogia. O primeiro entitula-se Guerreiro de Roma – Fogo a Oriente)


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.