Home / 9/10 / [Opinião] Sangue Asteca, de Gary Jennings

[Opinião] Sangue Asteca, de Gary Jennings

Autor: Gary Jennings
Título Original: Aztec (2.ª metade)
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 544
ISBN: 9789728839949
Tradutor: Carlos Romão
Origem: Comprado

Sinopse: Após Orgulho Asteca, Mixtli, o mais robusto e memorável de todos os Astecas, continua o relato da sua vida em Sangue Asteca. Mixtli já não é um jovem inocente. A sua infância, as suas viagens e batalhas, a perversidade da corte e os amores perdidos fizeram de Mixtli um homem marcado pelas cicatrizes de uma vida atribulada e muitas vezes trágica. O realismo e o desfecho desta maravilhoso livro, contam uma história que o leitor jamais irá esquecer. A História de Mixtli é em grande parte a história do próprio povo Asteca: épica e de uma dignidade heróica. Este é o princípio e o fim de uma colossal civilização.

Opinião: Sangue Asteca é a segunda metade do original “Aztec” (já comentei a primeira parte aqui), um romance histórico que se debruça sobre o auge e o fim da civilização asteca, contadas pela voz de um nativo que assistiu a este período da história do seu país.

Não me canso de elogiar a pesquisa subjacente a esta obra, que é a todos os títulos notável. O retrato dos astecas é muito completo: os usos e costumes, a variedade de povos dentro do chamado Mundo Único, a hierarquia política, as cidades, etc. etc. É como entrar numa máquina do tempo e estar ali, todo o tempo, a assistir à capitulação final. E esta, para além dos massacres levados a cabo pelos espanhóis, foi também originada pelas rivalidades internas entre vários chefes astecas e pelas doenças trazidas pelos “brancos”, a que muitos nativos não sobreviveram.

A única coisa que tenho a apontar, e não é um defeito em si mas uma questão de gosto pessoal, é que nesta segunda metade do livro senti que o destaque dado à parte de ficção foi mais curto (o que não deixa de ser compreensível devido à importância dos factos históricos relatados). É um livro extenso, com um grande manancial de informação, e por isso senti algumas vezes necessidade de “respirar”, o que foi melhor conseguido na primeira metade. No entanto, isto é apenas um detalhe e para quem gosta de romances históricos este é um livro altamente recomendado. Para além de nos permitir aprender mais sobre a história do nosso mundo, ensina-nos também a importância de tentar, sempre que possível, olhar para as coisas sob várias perspectivas. Tal como eu, muitos de vós devem ter aprendido na escola o quão valentes e empreendedores foram os conquistadores na época dos Descobrimentos, mas o que nunca ou quase nunca me disseram é que muitas destas conquistas foram obtidas a custo da aniquilação de civilizações e povos que tinham tanto direito de existir como nós.

Duas notas finais: a primeira é que podem comprar um pack com os dois livros pela módica quantida de 25€ no site da editora; a segunda diz respeito à revisão deste livro, porque existem demasiadas gralhas que um livro desta qualidade não merece. Fica o pedido da sua correcção em reedições futuras.

Classificação: 9/10 – Excelente


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.