Home / Blogue / Dos passatempos

Dos passatempos

Ultimamente, têm sido comuns os passatempos com ofertas de livros em blogs e outros sites. O que é muito bom para nós, leitores, porque são oportunidades de alimentar o vício e poupar uns trocos. Também aqui na Estante temos feito vários e, se repararem, fazemos questão que as regras dos passatempos sejam o mais claras possível, para que todos os participantes estejam em pé de igualdade aquando do apuramento dos vencedores.
Vem isto a propósito de um passatempo que decorreu no blog dedicado à colecção de livros de bolso da Leya (Bisleya), em que eram oferecidos 5 packs com os livros mais recentes da colecção. Para isso, os participantes teriam que criar frases com um máximo de 150 caracteres. Ora lá estive eu a puxar pela minha cabecinha pouco imaginativa e mandei a minha participação. Ontem, foram conhecidos os vencedores, e como já estava à espera não ganhei. No entanto, 2 dos vencedores apresentaram frases que não cumprem a regra dos 150 caracteres, pelo que enviei um email para os responsáveis a perguntar o que se passou. A resposta, entre outras coisas, inclui um “Tem razão em relação ao número de caracteres, mas todavia este número servia apenas como referência para não termos respostas excessivamente longas, daí ter havido uma tolerância.” Desculpem lá: se o número de caracteres era uma referência e iria haver tolerância, isso não devia ter sido referido à partida?
Vamos lá a ver uma coisa: se existem regras, são para ser cumpridas. É uma questão de princípio e justiça. De certeza que houve muitas pessoas que limitaram a extensão das suas participações de modo a cumprir as regras e é muito mais difícil dar uma resposta criativa com um limite de 150 caracteres do que se não houver qualquer limite. Mas mais grave do que errar é não assumir o erro. Não contem com mais participações minhas em passatempos futuros.
EDIT (31 de Agosto): os organizadores do passatempo decidiram premiar mais duas pessoas para fazer face a esta situação de injustiça. Fico contente por terem decidido corrigir a situação e por isso congratulo-me com o facto… Por vezes, ainda vale a pena demonstrarmos a nossa instatisfação 🙂


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.