BookMooch

A principal ideia do BookMooch é a troca de livros. Tudo o que têm a fazer é registarem-se no site (que é gratuito) e adicionarem ao vosso inventário os livros que estão dispostos a trocar (não se trata de um empréstimo, é mesmo para dar). Os únicos custos associados ao sistema são os portes de envio quando algum membro deseja um livro que tenhamos para troca: cada membro suporta os custos de envio dos livros que envia. Eis alguns dos aspectos essenciais a reter acerca do funcionamento deste sistema:
– Por cada 10 livros adicionados ao inventário, ganhamos 1 ponto;
– Para requisitar um livro que outra pessoa tenha disponível, precisamos de 1 ponto se essa pessoa estiver no mesmo país e de 2 pontos se estiver no estrangeiro;
– Por cada livro nosso enviado a alguém que o requisite, ganhamos 1 ponto se essa pessoa estiver no mesmo país e 3 pontos de estiver no estrangeiro;
– Por cada livro que requisitemos perdemos 1 ponto (se vier de fora, perdemos 2);
– O feedback positivo em relação aos livros que enviámos também nos fazem ganhar pontos. Mas podem ver mais detalhes no próprio site.


Já estou inscrita neste site desde o início do ano, mas como sofro um pouco de “apegamento agudo” aos meus livros, demorei um bocado a perceber a utilidade da ideia. De facto, o espaço para guardar livros é cada vez menor e tenho vários que tenho a certeza que nunca mais vou abrir. Depois, a perspectiva de poder obter outros que me interessem é bastante boa. De momento, ainda só enviei um livro para os Estados Unidos e o custo rondou os 3 euros (utilizando a taxa do livro). Entretanto, ganhei 3 pontos para gastar a meu bel-prazer.

Podem ver neste link os livros que tenho adicionados para troca (na secção “Inventário”): http://www.bookmooch.com/bio/canochinha. – Célia M.

mae-billboard

Sobre Célia

Tenho 38 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.