Home / Notícias / Comprar e não ler

Comprar e não ler

Vernon Little, o Bode Expiatório, de D.B.C Pierre é o livro de ficção no topo dos mais adquiridos pelos consumidores, mas menos consumidos enquanto livros. O paradoxo parece ficar a dever-se ao volume das obras, mas o (fraco) interesse de algumas também é criticado.

Com 640 páginas, Harry Potter e o Cálice de Fogo é o segundo de uma lista que inclui Ulysses de James Joyce em terceiro, O Alquimista, de Paulo Coelho em sétimo, Guerra e Paz, de Tolstoy em oitavo e Crime e Castigo, de Dostoyevsky em décimo.

A pesquisa inquiriu 4 mil leitores britânicos e tinha por objectivo verificar em que medida os livros mais vendidos são, de facto, lidos na íntegra pelos compradores.

Parte substancial dos livros que conseguiram os dez primeiros lugares são considerados best-sellers mundiais, tanto da literatura contemporânea como da literatura moderna, como atestam as duas obras dos dois clássicos russos.

Para além destas obras ficcionais, as autobiografias de Clinton, David Beckham e Margaret Thatcher encabeçam a lista na categoria biográfica.

A pesquisa, encomendada pela Teletext, revela ainda que 55 por cento das pessoas que compra livros confessa fazê-lo para decoração, e não para os ler.

Por outro lado, 35 por cento dos inquiridos diz que nunca compraria um livro com mais de 350 páginas, independentemente do assunto.

A falta de tempo é uma das principais justificações, seguida pelo cansaço, oferta de entretenimento da televisão e pelos jogos de computador.

Kevin Killen, académico que comenta o estudo para o The Independent, a inclusão de ‘obras-primas’ no top-10 não é uma surpresa, uma vez que são obras que exigem dedicação para serem lidas; por outro lado, Killen admira-se com o facto de Ulysses, Guerra e Paz ou Crime e Castigo continuarem a ser dos livros mais vendidos internacionalmente.

Lista dos livros mais comprados e menos lidos – Ficção:

1. Vernon Little, o Bode Expiatório – D.B.C Pierre
2. Harry Potter e o Cálice de Fogo – JK Rowling
3. Ulysses – James Joyce
4. O Bandolim de Corelli – Louis De Bernières
5. Cloud Atlas – David Mitchell
6. Versos Satânicos – Salman Rushdie
7. O Alquimista – Paulo Coelho
8. Guerra e Paz – Liev Tolstoy
9. O Deus das Pequenas Coisas – Arundhati Roy
10. Crime e Castigo – Dostoyevsky

Fonte: SOL

Ainda consigo ficar surpreendida perante este tipo de notícias… O facto é que me faz uma certa confusão que as pessoas apenas comprem livros com o objectivo de os colocar nas estantes a enfeitar. Depois, queria acrescentar que o motivo “falta de tempo” para não ler deve ser a desculpa mais esfarrapada de sempre.


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.