2015 Reading Challenge

2015 Reading Challenge
Célia has read 0 books toward her goal of 100 books.
hide

Desafios 2015

Estou a Ler

Newsletter

Arquivo

Creative Commons License This blog by Estante de Livros is licensed under a Creative Commons Atribuição-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Visitas desde 20/07/2007

Arquivo da categoria ‘George R.R. Martin’

[Opinião] Only Kids are Afraid of the Dark, de George R.R. Martin

Terça-feira, Março 3, 2015 Post de Célia

417729Os vários contos e novelas incluídos em O Cavaleiro de Westeros & Outras Histórias e O Dragão de Inverno & Outras Histórias, que George R.R. Martin foi publicando durante a sua longa carreira como escritor, foram compilados em inglês no volume único GRRM: A RRetrospective, ou na sua versão em dois volumes, Dreamsongs I e II. São estes últimos que tenho em minha posse, e aproveitei o embalo para ler as histórias que ainda não tinha lido em português. À semelhança do que tenho vindo a fazer, vou comentar os contos individualmente e, assim que terminar, faço um post-resumo com a opinião geral sobre o livro. 

 


 

Only Kids are Afraid of the Dark – Uma das primeiras histórias escritas e publicadas pelo autor, e nota-se. A personagem principal da história, o Dr. Weird, era um herói de comics já existente, sobre o qual George R.R. Martin escrevia histórias, que mais tarde eram transformadas em ilustrações. 

 

O Dr. Weird era um fantasma com poderes imensos, que neste conto luta contra um demónio muito poderoso. Saagael, era este o seu nome, decide sair do seu domínio, uma torre enorme, para escravizar os seres humanos, até que Dr. Weird intervem e tudo se resolve. 

 

É uma história bastante previsível e over-the-top, que deve ser lida tendo em conta o contexto e o facto de o autor estar a começar a sua carreira – e tem de se começar por algum lado, certo? Ainda assim, não consigo dizer que gostei. Tem alguns apontamentos interessantes, mas para quem já leu o autor no seu melhor é complicado apreciar estas histórias básicas. Lê-se como curiosidade, mas é dispensável.

 

Classificação: 1/5 – Não Gostei

 

Outros contos nesta coletânea:

 

Post geral sobre a coletânea:


13581302Autor: George R.R. Martin
Título Original:
GRRM: A RRestrospective (2003)
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 463
ISBN: 9789896374167
Tradutor: Jorge Candeias

 

Sinopse: Cerca de um século antes dos eventos narrados em A Guerra dos Tronos, um jovem escudeiro parte em busca de fama e glória num dos mais famosos torneios de Westeros. Mas o destino prega-lhe uma partida e coloca-o no caminho de um rapaz misterioso que irá mudar a sua vida para sempre. A não perder para os fãs da melhor série de fantasia da atualidade. O Cavaleiro de Westeros abre esta colectânea com os melhores contos de George R. R. Martin. Nela encontrarão também uma cidade dominada por uma elite de lobisomens, onde ocorrem horrendos acontecimentos; um magnata excêntrico com gosto por espécies exóticas que vai ser confrontado com o que não esperava; um padre em crise de fé num mundo distante; uma mulher que vasculha universos em busca do amor perdido; ou um homem que se vê confrontado com a derradeira escolha, num mundo em que o fim da vida não equivale necessariamente à morte. Dez histórias nascidas da imaginação do criador de As Crónicas de Gelo e Fogo.

 

Opinião: A primeira coletânea de contos de George R.R. Martin que li foi O Dragão do Inverno & Outras Histórias, curiosamente a segunda a ser publicada por cá (a minha opinião sobre os contos, em duas partes, pode ser lida aqui e aqui). Na altura gostei de alguns contos, de outros nem tanto assim, por isso apesar de ter gostado, de um modo geral, fiquei na expectativa para saber qual a opinião final em relação a O Cavaleiro de Westeros & Outras Histórias. Fui comentando os contos um a um, e podem ver o resultado nos links seguintes:

 

 

Como podem ver pelas classificações acima, não gostei de todas as histórias na mesma medida: o meu favorito foi, sem dúvida, Reis-de-Areia, seguido de perto por O Homem em Forma de Pera e Negócios de Peles; os que gostei menos foram Flormordentes e Sob Cerco. Apesar de algumas das histórias me terem agradado menos, considero que está mais equilibrado em termos de qualidade do que a outra coletânea do autor publicada em Portugal.

 

À semelhança do que já tinha referido em relação a O Dragão do Inverno & Outras Histórias, também aqui acho que o título e capa do livro induzem o leitor em erro, porque na verdade O Cavaleiro de Westeros é mesmo a única história com ligação à conhecida saga do autor, sendo a maioria das histórias dentro do género da ficção científica e do horror. Entendo a opção da editora, no sentido de chamar a atenção para o livro e agarrar fãs do autor, mas ainda assim acho que dá uma ideia do livro que não é a verdadeira. As introduções aos contos são uma grande mais-valia, em que o autor explica a origem das histórias e ajuda o leitor a perceber um pouco do seu objetivo ao escrevê-las. Em algumas delas inclui mesmo um pouco da história da sua vida pessoal, que naturalmente se entrelaça com a sua vida de escritor.

 

Enquanto estava a ler as várias histórias deste livro, dei por mim a refletir sobre a versatilidade de George R.R. Martin: acho que ele consegue escrever bem nos diversos géneros da ficção especulativa, seja em histórias curtas ou longas. Aliás, dei por mim a pensar que as suas características como escritor se adaptam melhor a narrativas mais curtas, e que perante empreendimentos como As Crónicas de Gelo e Fogo por vezes acaba por se perder no meio da vastidão da história. A conclusão é que aconselho vivamente a leitura desta coletânea para conhecerem esta sua faceta: vale bem a pena.

 

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


[Opinião] Negócios de Peles, de George R.R. Martin

Quarta-feira, Fevereiro 25, 2015 Post de Célia

13581302

Negócios de Peles (The Skin Trade) – Com mais de 80 páginas, Negócios de Peles é a história mais comprida desta coletânea, e certamente uma das melhores. Willie Flambeaux é um lobisomem asmático e com outros problemas de saúde, com uma amizade de anos com a detetive privada Randi Wade. Quando uma amiga de Willie é encontrada morta, em condições muito estranhas, Willie procura Randi para a ajudar a perceber o que aconteceu, num caso que vai trazer à detetive recordações da enigmática morte do seu pai, enquanto investigava um caso na polícia.

 

Negócios de Peles é uma história com elementos de paranormal, horror e policial, servidos com a habitual mestria de George R.R. Martin. Começando pelas personagens, as principais são daquelas que se apresentam com várias dimensões, com dilemas do passado que as ajudam a tornar-se mais reais. Depois, o autor revela mais uma vez a capacidade que tem de escrever uma história bem escrita, bem construída e interessante, em que o leitor sente sempre vontade de avançar e perceber o que vai acontecer. Eu gostei bastante, e fiquei com imensa vontade de ler mais sobre esta dupla (o que sinceramente me parece pouco provável, mas não custa sonhar).

 

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante

 

Post geral sobre a coletânea 

 

Outros contos nesta coletânea:

 

Post geral sobre a coletânea: 


[Opinião] Sob Cerco, de George R.R. Martin

Segunda-feira, Fevereiro 23, 2015 Post de Célia

13581302

Sob Cerco (Under Siege) – Num mundo pós-apocalíptico, onde houve desastres nucleares, um grupo de americanos consegue arranjar forma de reencarnar em alguns participantes em momentos históricos determinantes e, assim, tentar evitar os acontecimentos que levaram ao mundo em decadência onde vivem e onde a União Soviética era o grande inimigo. Um deles “reencarna” no Coronel Bengt Antonnen, personagem que viveu o Cerco de Sveaborg; este evento teve realmente lugar, em 1808, quando a Rússia cercou a fortaleza finlandesa. O Coronel, sob a influência do espírito do futuro, tenta convencer os seus pares a não ceder aos russos e a pedir ajuda aos vizinhos suecos, algo que poderia mudar o rumo dos acontecimentos e evitar a formação da União Soviética e tudo o que sucedeu depois.

 

Confesso que tive algumas dificuldades em perceber a relevância histórica do Cerco de Sveaborg, talvez pela dimensão mais curta desta história, e isso influenciou a minha opinião final. Penso que é um conto com ideias interessantes, apesar de não propriamente muito inovadoras, e personagens bem desenvolvidas, mas julgo que o contexto poderia ter sido melhor explorado. Outro aspeto, sobre o qual o autor não podia fazer grande coisa, é o facto de a história parecer algo datada: o desmembrar da União Soviética e o que sucedeu posteriormente não ajudam à verosimilhança da história. Não foi das minhas preferidas da coletânea.

 

 

Classificação: 2/5 – OK

 

Post geral sobre a coletânea

 

Outros contos nesta coletânea:

 

Post geral sobre a coletânea: 


[Opinião] O Homem em Forma de Pera, de George R.R. Martin

Quarta-feira, Fevereiro 18, 2015 Post de Célia

13581302

O Homem em Forma de Pera (The Pear-Shaped Man) – Jessie é uma jovem que vive com uma amiga quando ambas se mudam para um novo apartamento. No rés-do-chão do prédio vive um homem cujo corpo, tal como a cabeça, tem forma de pera: um homem de quem pouco se sabe, descrito como tendo um cheiro característico e um aspeto repugnante. Este homem interessa-se de imediato por Jessie que, apesar de não poder exatamente acusá-lo de fazer alguma coisa contra ela, sente-se bastante desconfortável com esta atenção indesejada e com a forma como o homem insistentemente começa a estar presente no seu dia-a-dia.

 

Toda o conto progride de modo a deixar o leitor desconfortável e isso é conseguido com grande mestria. Sabemos, tal como Jessie, que aquele homem tem qualquer coisa de errada, e ansiamos por descobrir o quê. É uma história arrepiante, perturbadora e inquietante, que suspeito não ir esquecer tão cedo. 

 

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante

 

Post geral sobre a coletânea

 

Outros contos nesta coletânea:

 

Post geral sobre a coletânea: