Home / Novidades / Novidade Temas e Debates | A Praça e a Torre, de Niall Ferguson

Novidade Temas e Debates | A Praça e a Torre, de Niall Ferguson

Título: A Praça e a Torre
Autor: Niall Ferguson
Pág.: 496
Data de Lançamento: 21.09.2018

Redes e hierarquias, imperadores e exploradores, cartas e lojas maçónicas, a restauração da hierarquia, os novos cavaleiros da Távola Redonda, pragas e flautistas, e muito mais. «A Praça e a Torre», o novo livro de Niall Ferguson que acaba de chegar às livrarias portuguesas, destaca a importância de todo o tipo de redes e do fluxo e refluxo irregulares da História. Niall Ferguson reescreve a História.
Considerando que grande parte da história é hierárquica, porque é escrita por papas, imperadores, presidentes, generais, entre outros, sobre Estados, exércitos e corporações, o autor questiona-se sobre outras redes sociais, igualmente poderosas mas menos visíveis, que, embora sejam menos documentadas, podem ser as verdadeiras fontes de poder e motores de mudança. Porque estas redes não devem ser deixadas para quem estuda teorias da conspiração, nesta obra ambiciosa e ímpar Niall Ferguson defende que os historiadores subestimaram a importância das redes e hierarquias, e apresenta novo entendimento sobre a história global.
«Nas suas páginas conta-se a história da interação entre redes e hierarquias desde os tempos antigos até ao nosso passado mais recente. Convergem aqui pontos de vista teóricos de múltiplas disciplinas, que vão da economia à sociologia, da neurociência ao comportamento organizacional. A sua tese central é a de que as redes sociais sempre foram muito mais importantes na História do que aquela que é conhecida por muitos historiadores, fixados como têm estado nas organizações hierárquicas (…)», afirma o autor no prefácio.
Dos Illuminati ao Brexit, Niall Ferguson reformula cada um dos períodos transformadores da história mundial, incluindo aquele em que vivemos, e evidencia a existência de um confronto intemporal entre as hierarquias do poder e as redes sociais.

Sinopse: E se tudo o que julgávamos saber sobre a história estivesse errado? Niall Ferguson, autor de Colosso, A Lógica do Dinheiro e Kissinger (1923 – 1968): O Idealista, propõe-nos uma nova forma de olhar o mundo: reformulando cada um dos períodos transformadores da história mundial, incluindo aquele em que vivemos, evidencia a existência de um confronto intemporal entre as hierarquias do poder e as redes sociais. Grande parte da história é hierárquica: trata de papas, imperadores, presidentes, primeiros-ministros e generais. Fala-nos de Estados, exércitos e corporações. É sobre as ordens vindas de cima. Mesmo a história «da base» costuma centrar-se em sindicatos e partidos de trabalhadores. Mas e se isso acontecer simplesmente porque são as hierarquias que criam os arquivos históricos? E se estiverem a escapar-nos redes sociais igualmente poderosas mas menos visíveis, porque menos documentadas, mas que são as verdadeiras fontes de poder e os motores da mudança?

Sobre o autor: Niall Ferguson é Senior Fellow da Hoover Institution da Universidade de Stanford, e Senior Fellow do Center for European Studies da Universidade de Harvard. Professor convidado da Universidade de Tsinghua, em Beijing, é Diller-von Furstenberg Family Foundation Distinguished Scholar da Nitze School of Advanced International Studies em Washington, D.C. Escreveu 14 livros, entre os quais O Horror da Guerra, Colosso, A Lógica do Dinheiro e Kissinger (1923-1968): O Idealista, todos publicados pela Temas e Debates. Entre os muitos prémios e distinções que recebeu contam-se o Benjamin Franklin Prize for Public Service (2010), o Hayek Prize of Lifetime Achievement (2012) e o Ludwig Erhard Prize for Economic Journalism (2013).


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.