Home / Artigos / Refletindo sobre… (19)

Refletindo sobre… (19)

Refletindo

Alguma vez se questionam que tipo de leitores são? Eu coloco a mim própria esta questão amiúde e, sinceramente, não consigo obter uma resposta concreta. Será que sou uma boa leitora? Será que a expressão “bom leitor” deveria existir?

Estou neste momento a ler “Moby Dick”, de Herman Melville, um clássico que atravessou gerações e que apaixonou tantos leitores como os que aborreceu. Antes de partir para a leitura, tinha a sensação que ia gostar, e a meio do livro percebo bem quem adorou, mas também que o abominou. Tem capítulos com incrível potencial indutor de sono, que nada acrescentam ao enredo per se, mas estou a adorar cada palavra. Tenho a absoluta certeza que se tivesse lido este livro há 10 anos, teria morrido de tédio. O que é que mudou, então? Que leitora sou eu, que está a amar um livro destes e, ao mesmo tempo, continua a gostar de ler livros que servem, única e exclusivamente, para entreter?

Tenho tentado conciliar estas minhas várias facetas de leitora. Tão depressa estou a ler um clássico, como de seguida leio fantasia ou ficção científica, passando por chick-lit, policiais ou não-ficção. A verdade é que gosto de (quase) tudo e gosto de variar. Não quero estar sempre a ler o mesmo livro, dentro do mesmo género. Gosto de me sentir desafiada pelas reflexões que um livro me desperta, mas se for preciso de seguida leio, sem qualquer remorso, um livro que existe só para desligar o cérebro. Admiro sinceramente quem lê constantemente para evoluir e se sentir desafiado, mas eu tendo mais para a diversidade.

Sei que sou mais exigente com o que leio nos dias que correm do que era há 10 anos. Com o tempo, veio quiçá um gosto ligeiramente mais apurado e uma melhor sensibilidade prévia para aquilo que poderei não gostar. Mas não abdico do meu direito de ler um bom mau livro. Estão a ver aqueles livros que sabemos serem fracos, mas que mesmo assim nos dão um incrível gozo? Pois, esses.

Se calhar, a palavra que melhor me define como leitora é “diversidade”. E sou mesmo feliz assim.


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.