Home / 2/5 / Opinião: Louca | Chloé Esposito

Opinião: Louca | Chloé Esposito

Autor: Chloé Esposito
Título Original:
Mad (2017)
Editora: Bertrand
Páginas: 384
ISBN: 9789722534581
Tradutor: Fernanda Oliveira
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: Louca é um thriller passado em Londres e na Sicília, no espaço de uma violenta semana de verão, e que explora os temas do ciúme e do engano, do crime e da inveja. Uma gémea não só se apodera da vida perfeita da irmã, como se dispõe a continuar a vivê-la. Alvie Knightly está muito em baixo: sem objetivos na vida e a beber demais. A sua vida é ainda pior se comparada com a de Beth, a sua irmã gémea e perfeita. Beth casou-se com um italiano lindo e rico, tem um bebé maravilhoso e sempre foi a preferida da mãe. Há muito tempo que a única coisa que as gémeas têm em comum é a aparência. Quando Beth envia um bilhete de avião à irmã para que a visite em Itália, Alvie mostra alguma relutância. Mas quando é despedida do emprego que detesta e os companheiros de casa a põem na rua, começa a mudar de ideias e a pensar na luxuosa villa de Taormina. Beth pede à irmã que troque de identidade com ela durante umas horas, para poder escapar à atenção do marido. Alvie agarra com unhas e dentes a oportunidade de viver a vida da irmã, ainda que temporariamente. Porém, quando a noite acaba com Beth morta no fundo da piscina, Alvie dá-se conta de que aquela é a sua oportunidade de mudar de vida. E, afinal, o que escondia Beth do marido? E porque é que a convidou para ir a Itália? Alvie vai descobrindo segredos e mentiras à medida que mergulha mais fundo na vida da irmã morta. E terá de fazer de tudo para conseguir suportar as suas próprias mentiras.

Opinião: Louca é o primeiro livro de uma trilogia e também o primeiro livro da escritora inglesa Chloé Esposito. É inegável que este é um lançamento recente de que se tem falado muito na blogosfera e no qual a Bertrand Editora apostou bastante. Obviamente, estava cheia de curiosidade em saber, afinal, qual o motivo de tanto hype e senti-me entusiasmada perante a perspetiva de uma história com uma protagonista que o leitor adora odiar. 

Alvie Knightly tem um emprego que odeia, vive numa casa alugada com dois homens que odeia, odeia a irmã gémea pela boa vida que leva em Itália e odeia a vida, de um modo geral. O estado de espírito de Alvie, contado pela própria na primeira pessoa, é apresentado ao leitor cheio de observações sarcásticas e repletas de humor negro. O tom da narrativa cativou-me no início da história e, ainda que com o decorrer da história tenha começado a perder a frescura, acabou mesmo por ser um dos pontos mais positivos deste livro. 

A partir do momento em que Alvie ruma a Itália a pedido da irmã, o enredo ganha uma dinâmica quase imparável a nível de acontecimentos, o que não quer necessariamente dizer que a leitura tenha sido, para mim, muito cativante. A sensação que tive é que os acontecimentos sucedem-se de forma algo algo aleatória e que se destinam, única e exclusivamente, a enfatizar a espiral de destruição em que Alvie está a cair. 

Mas aquilo que acho que falhou em me cativar e que fez com que esta leitura tivesse ficado longe de ser memorável foi a personagem principal. Não tenho nada contra personagens com caráter ou ações duvidosos (lembro-me, assim de repente, de Sebastian Bergman), mas não vi em Alvie qualquer característica redentora. Chloé Esposito tenta dar-lhe um passado de carências afetivas da parte da mãe, em detrimento da irmã, mas nunca chegamos a perceber o motivo das atitudes da mãe e por isso, quanto a mim, a maldade de Alvie torna-se gratuita. 

Louca é um livro com alguns méritos – reconheço-lhe humor e a tentativa de criar uma história original.  Pessoalmente, a falta de empatia com a personagem principal não me deixou desfrutar deste livro da forma como gostaria e, por isso, não me convenceu. Foi pena.

Classificação: 2/5 – OK


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.