Home / Notícias / Novidades Grupo BertrandCírculo para 2018

Novidades Grupo BertrandCírculo para 2018

O Grupo BertrandCírculo, composto pela Bertrand, Quetzal Editores, Temas e Debates, Círculo de Leitores, Contraponto, Pergaminho, ArtePlural, GestãoPlus e 11×17, apresenta algumas das novidades previstas para 2018.

Na ficção, a Bertrand inicia o ano com o novo livro de João Barrento. «Goethe: O Eterno Amador», é uma biografia pessoal e literária, na qual se dá a conhecer o Goethe íntimo e se analisam as suas principais obras no contexto da sua personalidade e percurso de vida. Também em janeiro são publicados «Código de Conduta», o novo livro de Brad Thor que acompanha a operação mais perigosa da história dos EUA, que está nas mãos de Scot Harvath; «Não é Bem Namorar», de Catherine Bybee, bestseller do New York Times, da Amazon e do Washington Post; e «Escola da Noite», de Lee Child, mais um thriller protagonizado pelo cativante Jack Reacher, interpretado por Tom Cruise em duas adaptações de livros do autor para cinema. Em fevereiro, chegará a Portugal o sucesso internacional de Chloé Esposito, «Louca», um dos livros mais esperados e disputados do ano. Repleto de loucura e humor, cada capítulo incorpora um dos 7 pecados capitais, prometendo uma leitura compulsiva. Chegarão também «Semente de Bruxa», de Margaret Atwood, incorporado na coleção Bertrand Shakespeare, na qual se conta com adaptações de algumas maiores peças do dramaturgo por escritores de enorme projeção internacional, como Tracy Chevalier, Anne Tyler ou Howard Jacobson, entre outros; e «Solteiros Incorrigíveis», de Danielle Steel, que conta a história de três amigos descomprometidos prestes a descobrir que o amor é a aventura mais imprevisível de todas. Ainda no primeiro semestre de 2018, os leitores encontrarão «Uma Verdade Simples», de Jodi Picoult; «Isto Sim, Foi um Homem», de Jeffrey Archer, «Guerra», de Janne Teller, entre muitos outros. De Stephen King, «Perdido e Achado» e o livro que foi adaptado para cinema recentemente, «It», chegarão a Portugal em 2018. Até ao final do ano, Mary Higgins Clark, Andri Snaer Magnson, Jude Deveraux e Rachel Heng serão algumas das novidades na ficção da Bertrand.

Na área da não-ficção, Rutger Bregman lança «Utopia para Realistas», uma obra extremamente bem recebida pela crítica internacional que faz um convite à reflexão e na qual o autor coloca na ordem do dia tópicos quentes – do rendimento básico incondicional a uma semana de trabalho de 15 horas, de um mundo sem fronteiras a um mundo sem pobreza, à livre circulação de pessoas – baseando-se em factos e conceitos esclarecedores e fundamentados. O autor estará em Lisboa entre 15 e 16 de janeiro para a promoção do seu livro. «A Natureza Cura», de Florence Williams, estará nas livrarias portuguesas em fevereiro. Este livro apresenta resultados e conclusões científicas de forma acessível e dinâmica, permitindo ao leitor acompanhar o trajeto da autora pelos quatro cantos do mundo e compreender como a natureza tem um impacto positivo nos nossos níveis de stresse, bem-estar e na nossa saúde. Ainda neste mês, «Saudáveis e à Portuguesa», um livro de receitas para famílias, de vários autores, chegará às livrarias para propor as melhores e mais tradicionais receitas portuguesas, tudo dentro de padrões nutricionais equilibrados. «O Fim da Desigualdade», do prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz, chegará a Portugal em março.

Na Quetzal, o ano começa com «Manobras de Guerrilha», de Bruno Vieira Amaral. O autor distinguido com o Prémio Literário Fernando Namora, Prémio PEN Clube de Narrativa, Prémio Time Out para Livro do Ano, Prémio Novos de Literatura e Prémio José Saramago reúne em livro alguns dos seus textos mais memoráveis que, na sua variedade, erudição e humor, bem ilustram a sua mestria literária e o seu extraordinário leque temático. Também em janeiro, chegará às livrarias o primeiro romance de Jarett Kobek, «Odeio a Internet». Aqui, o autor aborda questões prementes do nosso tempo: por que motivo aplaudimos o enriquecimento à custa dos fracos e dos que não têm poder? Por que razão desbaratamos a nossa propriedade intelectual? Por que é que o ativismo do século xxi não passa de uma série de lições de moral digitadas em dispositivos construídos para escravos? Um romance cínico, cómico, paranoico, justiceiro, feminista, inteligente e cruel. Em fevereiro, serão publicados os livros «Instantâneos», de Claudio Magris, uma pequena comédia humana, um fresco das nossas vidas cuja moldura é o espírito cáustico e irónico de um grande autor do nosso tempo; «Na Memória dos Rouxinóis», de Filipa Martins, um romance extraordinário, feminino (embora sobre homens), em torno de um matemático que defendia o esquecimento mas que encomendou a sua biografia antes de morrer; e a nova tradução, anotada e comentada da «Odisseia» de Homero, por Frederico Lourenço. No primeiro semestre, estarão disponíveis «Cartas e Recordações», de Saul Bellow; «Pátria Apátrida», de W.G. Sebald; «Outras Pessoas», de Martin Amis; «O Bairro dos Jornais», um retrato histórico do Bairro Alto e dos jornais que lá assentavam as suas redações, de Paulo Martins, e «Teoria Geral do Esquecimento», de José Eduardo Agualusa (que publicará um inédito em Abril), entre outros. Até ao final do ano, serão publicadas obras de Jennifer Egan, Yasmina Reza, Elif Shafak, Camille Paglia, Reza Aslam, Yrsa Sigurdardóttir, Rachel Cusk, V.S. Naipaul e Sérgio Godinho, entre muitos outros.

A Temas e Debates entra em 2018 com Jean Gabriel-Ganascia, um dos maiores especialistas mundiais em inteligência artificial, que nos traz «O Mito da Singularidade». Este livro responde a inquietações sobre a temática, desmontando as posições de vários cientistas. Devemos temer a inteligência artificial? Irá a inteligência artificial prevalecer sobre a humana? Ainda em janeiro, «Luísa de Gusmão – A Rainha Restauradora» traz-nos a biografia de uma das mais importantes rainhas de Portugal, que muito contribuiu para a história do país. A autora, Monique Vallance, é investigadora da Universidade da Califórnia e lusodescendente. Daniel Goleman, o pai da inteligência emocional e autor do best-seller internacional «Inteligência Emocional», que virá a Portugal
este ano – será o orador principal do QSP Summit 2018 – vai ter um novo livro, juntamente com Richard Davidson, a sair em fevereiro: «Traços Alterados». Neste livro, os autores mostram o que a meditação pode fazer por nós e como podemos aproveitar ao máximo os benefícios da sua prática. «A Arte da Boa Vida», de Rolf Dobelli, autor do best-seller internacional «A Arte de Pensar com Clareza», que seduziu milhões de leitores em todo o mundo, mostra-nos, desta vez, 52 surpreendentes caminhos para a felicidade. Como devemos viver? O que faz uma vida boa? Que papel desempenha o destino? Será melhor aspirar à felicidade ou esquivar-se à infelicidade? Neste livro encontrará estas e outras respostas. Ainda em fevereiro, poderá ficar a conhecer sete formas de pensar como um economista do século XXI com «Economia Donut», de Kate Raworth. A autora identifica os sete aspetos críticos do sistema económico reinante que conduziram ao descontrolo atual, e define linhas orientadoras que poderão trazer a humanidade para uma zona de paz, onde as necessidades gerais ficarão satisfeitas com os meios disponíveis no planeta.

Nos restantes meses do ano, a Temas e Debates trará outras novidades como «A Vida Secreta da Mente», de Mariano Sigman; «O Horror da Guerra», de Niall Ferguson; «À Lei da Bala», de António Luís Marinho e Mário Carneiro; o segundo volume de «A História dos Judeus», de Simon Schama; «Os Direitos Humanos depois de Hitler», de Dan Plesch; «O Xógum», novo romance de João Paulo Oliveira e Costa; «A Guerra Fria – Uma História do Mundo», de Odd Arne Westad; «Iludidos pelo Acaso», de Nicholas Nassim Taleb; «Lamentável Mundo Novo», de Stephen D. King; «A Religião dos Portugueses», de Frei Bento Domingues; «História Humana», uma nova visão de Emmanuel Todd; «Sou Dinamite», de Sue Prideaux; e «Biografia do General Loureiro dos Santos», de Luísa Meireles.

O Círculo de Leitores publicará novos romances exclusivos das suas famosas autoras: Tami Hoag, Lisa Gardner, Kristin Hannah e Danielle Steel. Terá ainda vários projetos de grande relevância cultural dos quais se destaca Arte e Ciência do reconhecido historiador Paulo Pereira.

A Pergaminho inicia o ano com o lançamento de «Anjos nos Meus Cabelos», o best-seller internacional com que Lorna Byrne deu a conhecer ao mundo a sua fantástica história, relatando o seu percurso pessoal e espiritual, como forma de comunicar a mensagem de esperança e partilhar o amor e fé que os anjos desejam que todos tenhamos. No início de fevereiro, os leitores de Augusto Cury, um dos autores de maior sucesso da Língua Portuguesa, poderão encontrar nas livrarias «Gestão da Emoção», no qual o autor revela técnicas de coaching emocional para gerir a ansiedade, melhorar o desempenho pessoal e profissional, e conquistar uma mente livre e criativa. Na mesma semana chegará o novo livro de Pedro Siqueira, «Todos Temos um Anjo da Guarda», onde o escritor ensina como interagir com os anjos, independentemente da religião, explicando que estes seres estão não só presentes na vida de místicos e pessoas espiritualmente devotas, mas na vida de cada um de nós. Ainda nesta semana, David Kwong revelará os sete princípios da ilusão para conquistar o público e desvendar os segredos do sucesso em «Magia!» – uma fascinante e divertida viagem aos bastidores do ilusionismo. Em março, estará disponível o livro «A Causa Interior», do autor best-seller Martin Brofman, no qual explica como o nosso corpo comunica connosco, apresentando uma lista de sintomas e doenças e as correspondentes causas mentais e espirituais, bem como indicações para a sua terapia. No mesmo mês será lançado o mais recente título de Dulce Regina: «A Humanidade em Busca da Luz», livro que tem o objetivo principal de ajudar o ser humano a libertar-se de traumas passados e aprofundar o seu autoconhecimento, conduzindo ao crescimento da humanidade como um todo. «Gordura Anticancro», é o novo livro de Joseph Mercola, no qual aborda cientificamente os conceitos de nutrição e a razão pela qual alguns alimentos afetam positiva ou negativamente o nosso bem-estar, apresentando uma dieta quetogénica que otimiza as ligações bioquímicas que combatem a doença e aumentam os níveis de energia e concentração. Ainda neste mês, Miguel Matos, perfumista e jornalista, associa-se a Miguel Sousa, astrólogo de renome, para criar «Zodíaco Perfumado», um breve guia astrológico complementado por aromas especificamente indicados para cada signo. Neste primeiro semestre a Pergaminho contará também com as seguintes novidades: «A Dieta do Cérebro – Chegar Esperto a Velho», de Martha Clare Morris, e «A Vida em Cinco Minutos», de Julio Bevione.

Neste primeiro trimestre a Arte Plural publica, em fevereiro, «Quando Acabar Este Livro, Vai Saber Desenhar», de Jake Spicer, um livro divertido e prático que ajudará os aspirantes a artistas a aprender a desenhar, usando uma variedade de meios. Ainda neste semestre chegará às livrarias «Food Pharmacy», de Lina Nertby Aurell e Mia Clase.

A Gestão Plus apresenta nestes primeiros meses do ano o livro «Liderança para Mulheres», de Cornelia Topf, um guia para mulheres que examina as principais características da liderança oferecendo soluções para se tornarem mais eficazes, inspiradoras e melhores líderes.

A 11X17, a chancela de livros de bolso do Grupo BertrandCírculo, prevê para o primeiro trimestre a publicação de «Os Trinta – Nada é como Sonhámos», de Filipa Fonseca Silva; «A História de Lisey», de Stephen King; «Mistérios do Sul», de Danielle Steel; «D. Afonso Henriques», de Diogo Freitas do Amaral; «Uma Questão Pessoal», de Lee Child; e «Escritos Secretos», de Sebastian Barry.


Sobre Célia

Tenho 35 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.