Home / Artigos / Refletindo sobre… (8)

Refletindo sobre… (8)

Refletindo

Já por aqui tenho falado sobre a Roda dos Livros, mas agora que está a fazer dois anos desde a minha primeira participação neste clube de leitura sui generis, tinha mesmo de falar sobre esta experiência em maior detalhe.

Antes de mais, tenho de agradecer à Márcia e à Patrícia por me terem convidado a entrar na Roda. Nunca tinha participado num clube de leitura presencial e, por esse motivo, não sabia bem o que esperar. Bem, para dizer a verdade, mesmo que já tivesse alguma experiência nesse sentido, o mais provável é que nada se lhe comparasse. A Roda dos Livros não tem regras: ninguém é obrigado a ler o que quer que seja, não há metas de leitura, nem obrigatoriedade em falar muito ou pouco. Em suma, ninguém é obrigado a nada e, para mim, é isso que torna este grupo tão especial.

As reuniões mensais são sempre um ponto alto na minha vida. São aquelas horas em que esqueço família, trabalho e obrigações e que são só para mim; só eu sei o bem que têm feito à minha sanidade mental. Não houve uma vez que fosse em que as horas não tivessem passado a correr, em que não tivesse aprendido algo. Aprende-se tanto, mas tanto, quando estamos dispostos a ouvir. 

As pessoas que fazem parte da Roda têm gostos tão diversos como poderão imaginar e isto tem feito maravilhas pelo alargar dos meus horizontes literários. Conheci autores de que nunca tinha ouvido falar (já não me devem poder ouvir falar sobre o Impunidade, do H.G. Cancela, mas cá está de novo a referência), olhei para livros que já conhecia de outras perspetivas e, claro, a minha lista de desejos cresceu exponencialmente. Depois, para uma pessoa como eu que tem claramente mais facilidade em se expressar por escrito, falar sobre aquilo que penso dos livros tem sido uma experiência engraçada. Nem sempre bem sucedida, mas vale a pena tentar 🙂

E não poderia deixar de referir o bom ambiente que se vive naquelas horas todos os meses. Adoro todos os momentos de humor e boa disposição e quero, por isso, continuar a encontrar todos estes amigos durante muitos anos. Obrigada por me terem acolhido nesta maravilhosa Roda!


Sobre Célia