Home / Bertrand / Novidade Bertrand | Amanhece na Cidade, de Filipa Fonseca Silva

Novidade Bertrand | Amanhece na Cidade, de Filipa Fonseca Silva

CidadeTítulo: Amanhece na Cidade
Autor: Filipa Fonseca Silva
Pág.: 280
Data de Lançamento: 09.06.2017

Amanhece na Cidade, o mais recente livro da autora Filipa Fonseca Silva, chegou às livrarias no dia 9 de junho. Este é um romance repleto de humor, em que através do olhar atento – e bastante indiscreto, quase de voyeur – de um táxi que circula pelas ruas de Lisboa, ficamos a conhecer as histórias de várias personagens. Vidas cruzadas, tragédias e transformações são alguns dos ingredientes deste romance que acaba por ser também uma sagaz crítica aos preconceitos sociais.

Filipa Fonseca Silva, a primeira escritora portuguesa a chegar ao Top 100 da Amazon (E.U.A.), é também autora dos livros O Estranho Ano de Vanessa M. e Coisas que uma Mãe Descobre. «Os pés, esses, terão de aguentar os saltos excessivamente altos todo o dia. Está irritada consigo própria por ter adormecido naquele lugar e mais irritada ainda por ter gastado todo o dinheiro que tinha em copos e agora ter de ir de metro, quando lhe teria dado muito mais jeito apanhar um táxi. E todo este transtorno por uma noite de sexo banal. Como sei que foi banal? Porque se tivesse sido bom, nada disto importaria. Estaria de sorriso nos lábios e até se esqueceria das dores nos pés. Dificilmente tornarei a vê-la entrar ou sair daquele prédio que não lhe pertence. É apenas mais umas das mulheres que por lá passam.»

Sinopse: Nas ruas de Lisboa, um táxi circula e observa. E, com ele, nós observamos também: Manuel, o taxista que não sabe chorar. Olinda, a ama de duas crianças mal-educadas. Daisy, a stripper. João, o sem-abrigo… Um dia, um momento infeliz, com resultados trágicos, obriga Manuel a confrontar-se consigo próprio, e as consequências serão mais transformadoras do que ele alguma vez imaginou.

Sobre a autora: Filipa Fonseca Silva nasceu no Barreiro em 1979. Licenciada em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica, preferiu a publicidade ao jornalismo, tornando-se redatora publicitária em 2004, profissão que ainda exerce. Sonha tornar o mundo mais verde e espalhar histórias bonitas. Os Trinta – Nada é como Sonhámos foi a sua primeira obra publicada, seguindo-se-lhe O Estranho Ano de Vanessa M. e Coisas que uma Mãe Descobre. É a única portuguesa a ter chegado ao Top 100 da Amazon em todo o mundo. Além de escrever, adora pintar, colecionar sapatos e comer melancia. Vive em Lisboa com o marido e os filhos.


Sobre Célia