Home / Ethan Canin / Novidade Minotauro | O Homem que Duvidava, de Ethan Canin

Novidade Minotauro | O Homem que Duvidava, de Ethan Canin

DuvidavaTítulo: O Homem que Duvidava
Autor: Ethan Canin
Pág.: 522
Data de Lançamento: 13.04.2017

Sinopse: Milo Andret é dotado de uma mente extraordinária. Criança solitária entre as florestas do Michigan nos anos 1950, pouco valoriza o seu próprio talento. Contudo, após ingressar na Universidade de Berkeley, logo se apercebe da extensão, e dos riscos, do seu dom tão singular. A Califórnia dos anos 1970, abre-se-lhe num jogo sedutor, desvelando a Milo o encanto da ambição, mas também da indulgência. A investigação que lá inicia elevá-lo-á à categoria de lenda; a mulher que lá conhece (assim como o seu arquirrival) atormentá-lo-á para o resto da vida. De facto, a verdade é que o brilhantismo de Milo se encontra finamente entrançado com um desejo obscuro que em breve ameaçará o seu trabalho, a sua família e até a sua própria vida. Abarcando sete décadas, da Califórnia a Princeton, do Midwest a Nova Iorque, O Homem que Duvidava narra o percurso de uma família, revelando que a ambição caminha de mãos dadas com a destrutividade, a obsessão namora com o tormento, o amor encanta- se com a dor. É a história de como a luz da genialidade ilumina e queima cada geração que toca.

Sobre o autor: Ethan Canin nasceu em Ann Arbor, no Michigan. Talento precoce, chamou a atenção, logo na escola preparatória, de uma das professoras: a aclamada autora Danielle Steel. O Homem que Duvidava é o seu mais recente livro, uma obra aclamada pela crítica e onde se revela um dos mais maduros autores americanos da sua geração.

Imprensa: 

«Esta é uma ficção grandiosa, séria e completamente envolvente, rara nos dias de hoje.» – The Guardian Books

«Um escritor brilhante que se superou a si mesmo.» – BBC

«Uma pérola!» – People (livro do mês)

«551 páginas de felicidade… devastadoras e maravilhosas… deslumbrantes! Acabamos a leitura com o desejo de repensar as nossas escolhas e relacionamentos. É raro um livro conseguir fazê-lo e é raro encontrar alegria nessa leitura.» – Esquire

«Um romance maravilhosamente bem escrito.» – The New York Times Book Review, Editor’s Choice

«Brilhante.» – The Guardian

«Uma obra-prima.» – The Daily Mail (UK)


Sobre Célia