Home / Nuvem de Letras / Opinião: Blaze e os Amigos / Blaze a Toda a Vela

Opinião: Blaze e os Amigos / Blaze a Toda a Vela

Imagino que as outras crianças, tal como o meu filho, tenham fases em que ficam obcecados por determinados brinquedos ou desenhos animados. Atualmente, cá por casa, vê-se muito o Wow! Wow! Wubbzy! e, mais recentemente, o Blaze e as Monster Machines.

Dirigida a crianças em idade pré-escolar, é uma série de desenhos animados em que Blaze, o protagonista, é um carro de rodas gigantes conduzido pelos seu melhor amigo, AJ. Na cidade de Axle City, Blaze e os seus amigos vivem uma série de aventuras, num conjunto de episódios que aposta na interação com os seus pequenos espetadores, convidando-os frequentemente a responderem a questões relacionadas com números e com a física de como os objetos se movem. O meu filho adora ver esta série, que tem sido das poucas coisas que o fazem ficar sossegado durante mais de 5 minutos 🙂

Foi por isso com muita alegria que recebemos em casa a simpática oferta do grupo Penguin Random House, que consistiu nos dois primeiros livros publicados em Portugal relacionados com esta série. Blaze e os Amigos é uma introdução às personagens e às suas características, com ilustrações grandes e coloridas, enquanto que em Blaze a Toda a Vela é recuperada a aventura de um dos episódios da série televisiva (só soube isto porque o meu filho me disse!). Nesta aventura, Blaze e os amigos fazem um passeio de vela, quando as monster machines Crusher e Pickle (os maus da fita, por assim dizer) aparecem e os desafiam para uma corrida. As coisas acabam por não correr como o esperado e aparecem problemas nas embarcações, tendo os amigos que superar algumas dificuldades para conseguirem regressar a casa.

O pequeno cá de casa adorou os dois livros e quis logo levá-los no dia seguinte para a escola para partilhar com os amigos. Proporcionaram bons momentos de diversão!


Sobre Célia