Home / 3/5 / Opinião: Tudo por um Sonho | Ana Punset

Opinião: Tudo por um Sonho | Ana Punset

PunsetAutor: Ana Punset
Ilustrador: Paula González
Título Original:
 Todo por un sueño (2014)
Série: O Clube dos Ténis Vermelhos #3
Editora: Nuvem de Letras
Páginas: 224
ISBN: 9789896650896
Tradutor: Maria Mateus
Origem: Recebido para crítica
Comprar aqui (link afiliado)

Sinopse: De regresso do acampamento de verão, as quatro amigas têm uma nova aventura à sua espera: terão de ser as estrelas de um anúncio de televisão! No entanto, Lúcia sente que as amigas já não se interessam pelo CLUBE DOS TÉNIS VERMELHOS como antigamente. Será mesmo verdade? As quatro melhores amigas vão fazer TUDO POR UM SONHO e por voltarem a ser Amigas para sempre!

Opinião: Tudo por um Sonho, da escritora espanhola Ana Punset, retoma as aventuras das quatro amigas que, juntas, formam o Clube dos Ténis Vermelhos – um grupo em que os ténis simbolizam aquele que é o valor que rege a convivência entre elas: a amizade.

Terceiro volume de uma série que em Portugal conta já com quatro títulos publicados, Tudo por um Sonho acompanha o regresso de mais um ano letivo, após umas férias de verão que trouxeram alguns desentendimentos entre as quatro amigas, fruto de paixonetas e alguma imaturidade típicas da adolescência, a que se junta todo o empolar de situações que, aparentemente, seriam de fácil resolução. Tudo isto reflete bem o que é esse período da vida pelo qual já passei e, ainda que os tempos fossem outros e as interações serem hoje feitas de forma completamente diferente, devido à existência dos telemóveis e da Internet, o fundamental – que é o facto de se tratar de uma fase de crescimento e de aprendizagem – mantém-se.

Desta vez, Lúcia – das quatro amigas, a que tem mais destaque na história – fica a saber que o grupo foi escolhido para gravar um anúncio televisivo e terá de ultrapassar os desentendimentos com as amigas e comunicar-lhes a boa nova. Entretanto, todas elas têm de lidar com as suas dificuldades numa miríade de situações em que a amizade entre elas acaba por revelar-se fundamental. A narrativa é simples e adequada ao público-alvo, penso eu, apresentando o livro detalhes gráficos interessantes que ajudam a leitura a fluir.

O principal desafio que uma leitura deste género apresenta a um adulto é o colocar-se na pele do seu eu de 13-14 anos, reviver aqueles anos e, com as devidas adaptações geracionais, imaginar se gostaria de acompanhar as aventuras destas amigas. A minha resposta a esta questão é sim, e por isso parece-me uma série interessante para o público-alvo a que se destina.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.