Home / 3/5 / Opinião: O Terceiro Desejo | Andrzej Sapkowski

Opinião: O Terceiro Desejo | Andrzej Sapkowski

Andrzej SapkowskiAutor: Andrzej Sapkowski
Título Original:
 Ostatnie życzenie (1993)
Série: The Witcher #1
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 304
ISBN: 9789897730009
Tradução: Tomasz Barcinski
Adaptação: Rui Azeredo
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: O seu nome é Geralt de Rivia. Dizem que é um bruxo e um assassino sem misericórdia que vagueia pelo mundo à caça de monstros e predadores. Mas na verdade vive de acordo com o seu próprio código de conduta. A sua espada serve, em troca de uma recompensa, poderosos reis amaldiçoados, mas também os mais desfavorecidos. Ao longo das suas viagens, Geralt encontra todo o tipo de criaturas – algumas saídas da mitologia eslava e dos contos populares dos irmãos Grimm – como vampiros e lobisomens, elfos, quimeras e estriges, trolls e génios que o tentam, satisfazendo todos os seus desejos. Mas este é apenas o início das suas aventuras como viajante e feiticeiro que irá desafiar o destino num mundo em que criaturas de todas as raças coabitam numa paz precária prestes a despedaçar-se…

Opinião: Num mundo repleto de magia e criaturas perigosas, Geralt de Rívia é o bruxo que vagueia por várias localidades, tentando ganhar a vida ao ser contratado para eliminar monstros de variada espécie que ameaçam as populações locais. O Terceiro Desejo é composto pelo relato de várias dessas aventuras – praticamente como contos isolados -, sendo estas histórias intercaladas por capítulos com um fio condutor, que exploram mais a personagem principal e que tentam dar a todo o livro uma sensação de todo e não apenas um conjunto de partes.

Ao longo das várias histórias, são também explorados o contexto político e social do mundo onde Geralt vive, ainda que isso não seja feito de forma muito desenvolvida, na minha opinião. Tive mais interesse em ler algumas histórias do que outras, para ser sincera, mas de um modo geral gostei do que li. Houve um aspeto que me agradou bastante e que penso dar alguma originalidade às histórias, que foi a inserção de elementos evocativos de contos de fadas bastante conhecidos, com várias nuances interessantes.

Algumas questões sociais também são abordadas, nomeadamente quando a raça dos elfos aparece. O autor reforça algumas das características que normalmente são atribuídas a esta espécie (em Tolkien, por exemplo), que é a de estarem perto da extinção e de sentirem alguma superioridade, em especial em relação à raça humana, servindo isto de pretexto para algumas reflexões relacionadas com o racismo e a extinção de raças. 

No fundo, é um livro interessante dentro do género fantástico e que terá conhecido maior sucesso depois de ter servido de inspiração ao famoso jogo The Witcher. Penso que é refrescante pegar em livros do género fora da anglofonia, por uma questão de diversidade, e apesar de O Terceiro Desejo não ter sido uma leitura muito marcante, divertiu-me e deu para passar bons momentos. O final relativamente aberto deixa a porta aberta para a continuação da série, que tem um total de sete volumes.

Classificação: 3/5 – Gostei 


Sobre Célia