Home / 4/5 / [Opinião] As Reputações, de Juan Gabriel Vásquez

[Opinião] As Reputações, de Juan Gabriel Vásquez

27421458Autor: Juan Gabriel Vásquez
Título Original:
Las reputaciones (2013)
Editora: Alfaguara
Páginas: 172
ISBN: 9789898775740
Tradutor: Vasco Gato
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: Javier Mallarino, o caricaturista mais influente do país, é considerado uma lenda viva. Aos 65 anos o prémio que recebe confirma uma vida de êxitos e reverência. No entanto, a presença inesperada de uma mulher na cerimónia de homenagem traz consigo o peso do passado, arrependimentos e ligações obscuras do caricaturista à vida política do país. O passado rebenta no presente e Mallarino vê-se obrigado a pôr em causa o seu trabalho e a sua posição.

Opinião: Quando peguei neste livro, não sabia absolutamente nada sobre o escritor colombiano Juan Gabriel Vásquez nem sobre As Reputações, que por sinal até é o segundo romance que vê publicado em Portugal (o primeiro foi O Barulho das Coisas ao Cair, em 2012). E, às vezes, é muito bom partir para um livro sem saber absolutamente nada sobre ele, sem ideias pré-concebidas ou qualquer tipo de preconceito. Foi isso que fiz aqui, e a boa notícia é que fiquei agradavelmente surpreendida.

A personagem central desta história é Javier Mallarino, um cartunista de 65 anos, que traz consigo uma longa história de desenhos publicados diariamente num jornal nacional, sempre intimamente ligados à história política e social da Colômbia. Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras e a habilidade de Mallarino para dizer o que pensava e pôr a descoberto várias realidades através dos seus desenhos trouxe-lhe respeito e veneração das pessoas do seu país. Quando é convidado para uma cerimónia em que será homenageado, a presença da sua ex-mulher e de uma jovem que irá descobrir ter feito parte do seu passado, Mallarino vê-se embrenhado em várias viagens ao passado que o ajudam a perceber o poder das recordações e a forma como acontecimentos aparentemente irrelevantes acabam por ter um impacto imenso.

Gostei bastante da escrita de Juan Gabriel Vásquez. Profunda e cheia de detalhes deliciosos, sem ser demasiado complicada, leva-nos facilmente através da história que decidiu partilhar com os leitores. O livro traz reflexões bastante pertinentes sobre o poder dos meios de comunicação na formação da opinião pública e também sobre o poder da verdade e da sua influência no ser humano que somos e que vamos sendo à medida que o tempo passa. Gostaria que o final tivesse tido outro impacto, mas ainda assim acaba por se adequar à personagem principal.

No final de contas, foi um livro que gostei bastante de ler, sendo a escrita o seu principal destaque. Fiquei com bastante vontade de ler o outro romance que o autor colombiano tem publicado em Portugal.

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.