Home / 3/5 / [Opinião] Difícil é Parir a Mãe, de Sofia Anjos

[Opinião] Difícil é Parir a Mãe, de Sofia Anjos

25479720Autor: Sofia Anjos
Ano de Publicação:
2015
Editora: Clube do Autor
Páginas: 288
ISBN: 9789897242113
Origem: Comprado

Sinopse: Difícil é parir a mãe é um livro divertido, irónico, sincero e sem preconceitos sobre a grande aventura da maternidade. Sofia Anjos foi mãe pela primeira vez há quase dois anos. Da privação do sono à obsessão pela chucha, passando pelas rotinas de cuidar de um bebé, a autora partilha a sua experiência e tem a coragem de abordar temas controversos, fugindo dos consensos gerais. Sem dramas e com muito humor.

Opinião: A maternidade é a maior aventura em que jamais me meti, e tenho a certeza que muitas mulheres sentirão o mesmo. A minha abordagem à maternidade e à educação do meu filho foge um bocado às convenções ou àquilo que é tido como “normal”, por isso é natural que um livro como o que promete ser Difícil é Parir a Mãe me interesse.

Sofia Anjos escreve desde 2013, no jornal Público online, numa coluna chamada “Mães Há Muitas”. A sua experiência com a maternidade foi o ponto de partida para escrever uma série de textos que, não raras vezes, desafiam convenções. Uma dos textos mais famosos será “As mães não se medem às mamadas“, com o qual concordo a 100%. Sou apologista da amamentação, mas apenas e só se a mãe se sentir confortável com isso. A minha experiência pessoal mostrou-me como a pressão social e o ter de amamentar a todo o custo podem ter consequências negativas, não só a nível físico (sim, tive de ser operada para retirar um abcesso), mas também psicológico.

De resto, o livro tem crónicas muito interessantes, que tocam em vários quadrantes da maternidade, com humor e irreverência. Não me revi completamente em todos os textos, mas isso também teria sido difícil porque não há duas pessoas que tenham exatamente as mesmas opiniões. Ri-me com algumas coisas, mas houve outras tantas a que não achei piada, apesar de ser esse claramente o objetivo.

Penso que é um livro que poderá interessar mais a quem é mãe ou está a pensar sê-lo. Os pais e os avós também não perderiam nada em lê-lo. A conclusão é que, apesar de não ser um livro marcante, parece-me uma boa escolha dentro do tema.

Classificação: 3/5 – Gostei

 

 


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.