Home / 3/5 / [Opinião] E o Vento Nada Levou, de Helena Sacadura Cabral

[Opinião] E o Vento Nada Levou, de Helena Sacadura Cabral

23495049Autor: Helena Sacadura Cabral
Ano de Publicação:
2014
Editora: Clube do Autor
Páginas: 216
ISBN: 9789897241826
Origem: Ganho em passatempo

Sinopse: Numa época em que os balanços já são possíveis, Helena Sacadura Cabral relembra neste livro que não há brisa ou vendaval que arranque o que verdadeiramente importa na nossa vida. São, aliás, as adversidades que nos fortalecem. Aquilo por que se luta e em que se acredita faz parte da nossa existência e marca-nos tanto como os genes que transportamos.

Opinião: Conheço Helena Sacadura Cabral essencialmente pela sua faceta mediática e por ser mãe de conhecidos políticos portugueses. Já a tinha visto na tv algumas vezes e gostei sempre de a ouvir, apesar de nunca ter lido nenhum livro escrito por si. Foi por isso que participei num passatempo onde este livro estava a sorteio e tive a sorte de ser uma das contempladas.

E Nada o Vento Levou é um livro de pequenas crónicas retiradas (na maioria, senão todas) do blogue que a autora mantém regularmente. Ao longo destes textos, percebemos um pouco melhor quem é e quem foi Helena Sacadura Cabral através dos seus comentários sobre a atualidade política e social do nosso país e do mundo, que compõem um retrato minimamente fidedigno (pareceu-me) da mulher, da mãe e da cidadã.

É um livro que se lê num par de horas, porque os textos são curtinhos e, com uma paginação e um tamanho de letra normais o livro teria, no máximo, umas 100 páginas. Os textos encontram-se agrupados (tentativamente) por grupos temáticos, mas isso pareceu-me um esforço inglório e algo desnecessário de encontrar um fio condutor que, pelo facto de os textos serem de temas tão dispersos, acaba por não fazer grande diferença.

Fiquei com uma boa imagem de Helena Sacadura Cabral. Pareceu-me uma mulher vivida, de mentalidade aberta e com gosto pela vida, que consegue encontrar nas dificuldades força para seguir em frente, sem nunca esquecer a importância do silêncio. Não me parece uma leitura fundamental, seja qual for a perspetiva através do qual seja analisada, mas é, ainda assim, um documento interessante.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.