Home / 5/5 / [Opinião] Reis-de-Areia, de George R.R. Martin

[Opinião] Reis-de-Areia, de George R.R. Martin

13581302

Reis-de-Areia (Sandkings) Simon Kress é um homem com gosto por animais de estimação exóticos; nos mundos criados por Martin, isso equivale a seres vivos alienígenas e diferentes de tudo o que conhecemos. No início da história, um dos animais de Simon morre e ele decide visitar uma loja em busca do próximo animal, que satisfizesse a sua sede pela originalidade. É então que entra na loja Wo & Shade, onde lhe mostram os reis-de-areia, uma espécie de insetos com inteligência coletiva, que lutam com outras variedades da sua espécie e que parecem a Simon uma boa aquisição.

Desde o início desta história que o leitor pressente que algo vai correr mal, apenas não sabe quando. Essa ideia é reforçada por vários indícios, entre os quais a forma como Simon trata os animais e os rostos distorcidos que estes desenham do seu “Deus”. Simon é uma personagem por vezes desprezível, pelo seu egoísmo e insensibilidade, mas ao mesmo tempo damos por nós a ter alguma pena dele e a desejar que ele consiga safar-se.

Martin é exímio na construção do suspense, deixando o leitor sempre na expectativa e com vontade de saber o que vai acontecer, com elementos de terror que poderão impressionar os mais sensíveis. O desfecho desta história está ao nível de todo o seu desenvolvimento e, no final de contas, acabou mesmo por ser a minha preferida da coletânea até ao momento.

Classificação: 5/5 – Adorei

Post geral sobre a coletânea

Outros contos nesta coletânea:


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.