Home / 3/5 / [Opinião] The Bridgertons: Happily Ever After, de Julia Quinn

[Opinião] The Bridgertons: Happily Ever After, de Julia Quinn

11867860Autor: Julia Quinn
Ano de Publicação: 2013
Série: Bridgertons #9
Páginas: 384
Origem: Aquisição pessoal

Sinopse: For the first time in print, New York Times bestselling author Julia Quinn presents a collection of “second epilogues” to her Bridgerton series, previously published as e-originals, plus a new bonus Bridgerton novella: “Violet in Bloom,” a short story in which we finally meet Edmund Bridgerton.
 

Opinião: Gostei muito da série Bridgertons. Ao longo de 8 livros, tive oportunidade de acompanhar esta família fantástica e as suas aventuras e desventuras amorosas, sempre com um toque de humor irresistível. Dentro do género “romance romântico” diria que esta série de Julia Quinn tem livros que se tornaram alguns dos meus favoritos.

Após a publicação de cada um dos livros, surgiam sempre algumas questões por parte dos fãs, e por esse motivo a autora decidiu escrever um segundo epílogo para cada um deles, acrescentando alguns detalhes do futuro das personagens principais (ou de algumas secundárias) que certamente agradarão aos fãs da série. Esses epílogos foram sendo publicados ao longo dos anos em formato e-book, mas no ano passado a autora decidiu publicá-los em conjunto, adicionando uma nova história – a mais longa do livro – sobre a vida de Violet Bridgerton, a mãe dos 8 irmãos.

Eu já tinha lido 6 dos 7 epílogos publicados avulso antes desta edição, mas decidi relê-los antes de chegar à parte do livro que mais me interessava, precisamente a nova história sobre Violet. Antes de cada epílogo, a autora faz uma breve introdução em que explica sua origem, e a minha recomendação é mesmo que só leiam este livro (ou os epílogos individuais) depois de lerem todos os livros da série. Isto porque são tão diversos no que respeita à época em que ocorrem que o mais certo é tropeçarem em spoilers de livros que ainda não leram.

De resto, quanto às histórias: sem grandes surpresas, tendo em conta o título deste livro, estamos perante histórias de finais felizes, que incluem muitos casamentos e nascimentos de bebés. O meu preferido foi, provavelmente, o segundo epílogo de When He Was Wicked e isso é curioso porque este foi também o meu livro preferido da série. De resto, achei o livro um pouco desequilibrado porque o nível de interesse em relação aos vários epílogos não é, de todo, o mesmo. Houve alguns que me provocaram um grande bocejo.

O conto dedicado a Violet Bridgerton não desilude. Não é tanto sobre a relação de Violet e Edmund, mas antes sobre a vida dela (que inclui, obviamente, o seu casamento). É uma história bem escrita, um pouco agridoce pela infelicidade que a perda do marido lhe trouxe, mas que faz um retrato muito interessante desta fantástica mulher. Em suma, é um livro para fãs da série que acaba, no cômputo geral, por agradar.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.