Home / 3/5 / [Opinião] Rapture in Death, de J.D. Robb

[Opinião] Rapture in Death, de J.D. Robb

10809503Autor: J.D. Robb
Ano de Publicação: 1996
Série: In Death #4
Páginas: 416

Sinopse: Three apparent suicides: a brilliant engineer, an infamous lawyer, and a controversial politician. Three strangers with nothing in common — and no obvious reason for killing themselves. 



Lieutenant Eve Dallas found the deaths suspicious. And her instincts paid off when autopsies revealed small burns on the brains of the victims. Was it a genetic abnormality or a high-tech method of murder? Eve’s investigation turned to the provocative world of virtual-reality games—where the same techniques used to create joy and desire could also prompt the mind to become the weapon of it’s own destruction…
 

Opinião: Rapture in Death é já o quarto volume da série In Death, protagonizada pela tenente Eve Dallas, que decorre na Nova Iorque do ano 2058. À semelhança dos livros anteriores, temos aqui uma narrativa em que o caso policial vai sendo entrelaçado com a vida pessoal de Eve, nomeadamente as suas relações de amor e amizade.

Desta vez, vários casos de aparente suicídio vão surgindo e, apesar de tudo apontar que de facto se tenha tratado de suicídios, Eve suspeita que há algo mais e começa a procurar relações entre as “vítimas”. Este caso levanta questões interessantes acerca da personalidade humana, da predisposição genética para certos comportamentos e da influência da nossa educação e experiências naquilo em que nos tornamos. A premissa é interessante, mas ainda assim achei este caso menos interessante do que os dos livros anteriores, em especial porque adivinhei cedo demais quem era o culpado. Ao fim de 4 livros, já percebi a “fórmula” da autora e, perante as possibilidades, não tive muita dificuldade em descobrir a identidade do “assassino”.

A nível do desenvolvimento das personagens e das relações entre elas, achei este livro muito positivo. Eve continua a adaptar-se à vida de casada e, ao mesmo tempo, vai desenvolvendo uma relação de amizade muito engraçada com a sua ajudante Peabody. As interações entre as duas são uma delícia. É, portanto, uma série para continuar a acompanhar.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.