Home / 2/5 / [Opinião] O Cão da Morte, de Agatha Christie

[Opinião] O Cão da Morte, de Agatha Christie

7647715Autor: Agatha Christie
Título Original:
The Hound of Death (1933)
Editora: RBA Coleccionables
Páginas: 219
ISBN: 9788447360383
Tradutor: Helena Vouga
Origem: Comprado

Sinopse: Este livro reúne doze casos, aparentemente inexplicáveis, cuja resolução requer o génio «sobrenatural» de Agatha Christie. Uma marca de pólvora com a forma de um cão, uma casa assombrada, uma reunião aterradora, um caso de dupla personalidade, um pesadelo recorrente, uma amnésia súbita, uma levitação, um pedido de socorro…
 

Opinião: Já anteriormente tinha lido um livro de Agatha Christie composto por vários contos (As Investigações de Poirot) e lembro-me que, apesar de ter gostado, na altura não fiquei muito impressionada. Este O Cão da Morte é uma compilação de vários contos que fogem à temática e ao estilo normal da autora, porque a maioria  dos contos não é policial nem ao estilo whodunnit. São antes contos com um forte pendor paranormal, vários deles ao jeito de thriller psicológico.

O conto mais famoso dos doze é “Testemunha de Acusação”, que já conheceu várias adaptações para cinema/tv, e na verdade acabou por ser o conto que mais gostei, por ser aquele com o desfecho mais inesperado e com a construção de história que me pareceu mais equilibrada. Também gostei de “A Telefonia” e “O Mistério do Pote Chinês”, tendo estas três histórias em comum a presença do sobrenatural como elemento do mistério e não como dado adquirido e tema central da história.

Na verdade, este conjunto de contos não me impressionou. Não acho que as principais virtudes de Agatha Christie brilhem particularmente no formato conto, e na verdade não me parece muito bem sucedida, apesar de ser de louvar, esta tentativa da autora de se desviar do tipo de histórias que a celebrizou. Considero este livro uma leitura curiosa para verdadeiros fãs da autora, mas dispensável para quem só deseje ler os seus melhores livros.

Classificação: 2/5 – OK


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.