Home / 3/5 / [Opinião] Easy, de Tammara Webber

[Opinião] Easy, de Tammara Webber

16056408Autor: Tammara Webber
Ano de Publicação: 2012
Páginas: 310
ISBN: 9780425266748
Origem: Comprado

Sinopse: He watched her, but never knew her. Until thanks to a chance encounter, he became her savior…
The attraction between them was undeniable. Yet the past he’d worked so hard to overcome, and the future she’d put so much faith in, threatened to tear them apart.
Only together could they fight the pain and guilt, face the truth—and find the unexpected power of love.
A groundbreaking novel in the New Adult genre, Easy faces one girl’s struggle to regain the trust she’s lost, find the inner strength to fight back against an attacker, and accept the peace she finds in the arms of a secretive boy.
  

Opinião: Já experimentei inúmeros livros dentro da categoria young adult e foi raro aquele que me satisfez plenamente. Atribuo isto ao facto de já há algum tempo ter deixado de me identificar com os dilemas da adolescência e aos meus gostos pessoais penderem claramente para outro tipo de livros, mais desenvolvidos a vários níveis do que normalmente este tipo de livros são. Este Easy insere-se num género que tem conhecido algum destaque recentemente, o new adult, em que os protagonistas ocupam a faixa etária pós-adolescência. Decidi dar uma oportunidade ao género com este livro, mas confesso que o fiz com um pé atrás.

Easy é contado na primeira pessoa por Jacqueline, uma jovem recém entrada na faculdade, que começa esta história a ser alvo de uma tentativa de violação, que só não acontece devido à intervenção de um misterioso desconhecido, Lucas. Na verdade, este acontecimento é mais um a juntar a um período negro na vida de Jacqueline, uma vez que o namorado de 3 anos, e por quem decidira renunciar à sua vocação musical, tinha decidido terminar com ela. Depois destes eventos traumáticos, Jacqueline tenta prosseguir com a sua vida e os estudos, enquanto Lucas começa a aparecer cada vez mais na sua vida e a intrigar Jacqueline pelo aura misteriosa que traz consigo.

Devo confessar que a parte inicial do livro não me convenceu. Não simpatizei muito com a protagonista e achei Lucas um bocado stalker. Depois, houve ali um determinado mistério em redor da identidade de Lucas que se via a quilómetros de distância, mas Jacqueline não percebeu. Até eu, que normalmente sou muito má a ver estas coisas, percebi antes dela. Mas, apesar de momentos mais aborrecidos, fui continuando a ler e acabei por gostar da história, especialmente porque na parte final a autora revela várias coisas sobre Lucas que ajudam a tornar a personagem mais interessante, muito para além do rapaz perfeito, que faz tudo e sabe tudo. Para além disso, trata um tema sensível – a violação – de uma forma competente e credível, e isto acaba por dar outra dimensão à história.

Continuo longe de estar convencida que este género de livros faça muito o meu estilo, e nem sei se vou voltar a pegar noutro. Mas esta acabou por ser uma leitura agradável, apesar dos altos e baixos, e que penso ter potencial para agradar a alguns leitores.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.