Home / 2/5 / [Opinião] Dama Polaca Voando em Limusine Preta, de Lídia Jorge

[Opinião] Dama Polaca Voando em Limusine Preta, de Lídia Jorge

17287467Autor: Lídia Jorge
Editora: Escrit’orio Editora
Páginas: 12
Contos Digitais: #30
Origem: Gratuito online

Sinopse: Dama Polaca Voando em Limusine Preta relata o encontro entre um motorista e uma passageira durante um percurso que ambos fazem ao longo de uma região gelada. Mas a passageira não é só a passageira e o motorista encobre uma história única. 

Opinião: O meu contacto com a obra da Lídia Jorge limitava-se, até hoje, ao seu romance O Vento Assobiando nas Gruas. Já o li há alguns anos, mas lembro-me que não me deslumbrou por aí além. Depois de lido este conto, das duas uma: ou esta escritora não é mesmo para mim, ou tive azar com o que dela li até agora.

Gosto do título Dama Polaca Voando em Limusine Preta; mas o título e a escrita, que me pareceu melhor do que a de outros contos da coleção, foram mesmo a única coisa de que gostei. Uma mulher pretende deslocar-se do hotel onde se encontra hospedada para o aeroporto e, em vez de um táxi, o meio de transporte que lhe arranjam é uma limusine preta. Algo contrariada, a mulher acaba por aceder viajar nesse veículo. Seguem-se alguns diálogos com o motorista, nos quais este faz notar a semelhança da mulher com a sua falecida esposa polaca, tornando-se o pretexto para um desfilar de recordações da parte do homem.

O conto incluiu uma cena que suscita algum suspense no leitor, e que acho que o podia ter ajudado a torná-lo mais interessante, mas isso não acontece porque é simplesmente inconsequente. Também o final não apresenta qualquer novidade ou acontecimento digno de nota. Esperava bem melhor.

Classificação: 2/5 – OK


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.