Home / 2/5 / [Opinião] Ninfas e Adamastores, de Raquel Ochoa

[Opinião] Ninfas e Adamastores, de Raquel Ochoa

17160740Autor: Raquel Ochoa
Editora: Escrit’orio Editora
Páginas: 16
Contos Digitais: #20
Origem: Gratuito online

Sinopse: Conto em ambiente histórico, passado nos Açores do séc. XIX. Relata a luta de um emigrante judeu do Magrebe que se estabeleceu em S. Miguel e ali encontrou o lugar onde se enraizar, onde criar a família e a fortuna. Contudo, quer a nível pessoal, quer a nível financeiro, a luta para se manter numa terra, abandonando a vida errante, pode revelar-se maior do que ele próprio.

Opinião: Raquel Ochoa era um nome desconhecido para mim antes de ler este conto, e confesso que depois desta leitura a vontade de ler mais coisas de seu autoria não é muito grande. Esta história decorre nos Açores do século XIX, quando um emigrante judeu do Magrebe parte para o arquipélago português em busca de uma vida melhor. Abraçando a atividade de comerciante, não demora a encontrar dificuldades em integrar-se pela sua religião. Mas isso não é impedimento para criar raízes e formar família, apesar de ter deixado mulher para trás.

O conto centra-se em grande parte na vida pessoal deste homem, narrada por um dos seus filhos. Vida pessoal essa que várias vezes me pareceu saída de uma novela, superficial e sem grande interesse. A contextualização foi, para mim, a melhor parte, dando um gostinho do que era viver nas ilhas no século XIX, mas ainda assim ficou muito para segundo plano. Não foi um conto que considere particularmente memorável. Leu-se, mas não deixa recordações – boas ou más.

Classificação: 2/5 – OK


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.