Home / 4/5 / [Opinião] O Cavaleiro de Westeros, de George R.R. Martin e outros

[Opinião] O Cavaleiro de Westeros, de George R.R. Martin e outros

15852329Autor: George R.R. Martin, Ben Avery (adaptação), Mike S. Miller (ilustrador), Mike Crowell (ilustrador)
Título Original: The Hedge Knight (2003-2004)
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 176
ISBN: 9789896374563
Tradutor: Jorge Candeias
Origem: Comprado

Sinopse: O continente de Westeros é o cenário onde se desenrola a saga de George R. R. Martin, as Crónicas de Gelo e Fogo. O Cavaleiro de Westeros decorre cerca de cem anos antes do início do primeiro livro das Crónicas, no tempo do rei Daeron, com o reino em paz e a dinastia Targaryen no auge do seu poder. Quando a vida de um cavaleiro termina, a sua morte pode ser o começo de uma nova vida para o seu escudeiro. Intitulando-se de “Sor Duncan, o Alto”, o jovem Dunk parte em busca de fama e glória no torneio de Vaufreixo, mas também sonha em prestar juramento como cavaleiro dos Sete Reinos. No caminho, encontra um rapaz misterioso que está determinado em ajudá-lo na sua demanda. Infelizmente para Dunk, o mundo pode não estar preparado para um cavaleiro que mantém a sua honra. E os seus métodos cavalheirescos podem vir a ser a sua ruína…
Uma história fascinante sobre honra, violência e amizade, pela mão do grande mestre da literatura fantástica: George R. R. Martin.

Opinião: Hesitei antes de partir para esta banda desenhada porque estava na dúvida se deveria ler primeiro a novela, incluída na coletânea “O Cavaleiro de Westeros & Outras Histórias“. Mas depois decidi optar primeiro pela BD, porque as poucas que li até hoje que adaptam obras literárias, li sempre com conhecimento prévio da história, o que, querendo-se ou não, acaba por condicionar a apreciação final. Portanto, fui para esta leitura sabendo apenas que a história aqui adaptada decorre cerca de 100 anos antes dos acontecimentos das “Crónicas de Gelo e Fogo”, e decidida a apreciar o livro simplesmente pelo que é. Este volume junta num só os seis números nos quais a história foi adaptada.

Dunk cresceu num bairro pobre de Porto Real até ter sido tomado como escudeiro por um cavaleiro andante, Sor Arlan. Quando a história se inicia, Sor Arlan acaba de falecer e Dunk hesita sobre que rumo deverá tomar. Decide rumar a Vaudofreixo, onde irá decorrer um torneio que vê como uma boa oportunidade para se tornar cavaleiro e conseguir prestígio. Quando para numa estalagem a meio do caminho, encontra um rapaz peculiar que se oferece para ser seu escudeiro. Depois de alguma hesitação, Dunk acaba por aceitar, já no perímetro do torneio. O evento revela-se um desfile dos melhores cavaleiros da época e também da família Targaryen, que governava Westeros à época, e Dunk acaba por mostrar o seu valor.

Foi tão bom regressar a Westeros. Acho que isso é o maior elogio que posso fazer a esta adaptação. Senti a voz do autor nos diálogos e, acima de tudo, no tom da história. Gostei de conhecer a diversidade da família Targaryen, com personalidades vincadas, algumas irascíveis, outras bondosas. Das ilustrações, gostei bastante também: penso que conseguem captar bem a essência das personagens e dar sensação de dinâmica aos acontecimentos da história. É uma história sobre amizade, coragem e a força que o ser humano tem para ultrapassar as dificuldades.

É um livro que recomendo a leitores já fãs de George R.R. Martin e que estejam com saudades de Westeros. Mas também é uma boa opção para quem não conheça o autor, goste de BD e queira perceber se as histórias de George R.R. Martin serão do seu agrado. E agora fiquei com muita curiosidade para ler o texto propriamente dito.

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.